A enchente decidirá a eleição em São Carlos

A imagem diz tudo/ Foto: Maurício Duch

Já comentei aqui neste espaço que o candidato que não tiver propostas efetivas para combater as enchentes que afligem São Carlos em diversos pontos estará fora da disputa pelo Paço Municipal em 2020, certo? Pois bem, diante das sondagens que fiz pela cidade é possível dizer que o assunto enchente deverá ser o tema ou pelo menos um dos que mais terão apelo na eleição deste ano.

Tudo fica fácil de compreender se começarmos a observar um dado curioso. A ACISC divulgou que as chuvas de 4 e 12 de janeiro deram para o comércio um prejuízo de pelo menos R$ 5 milhões com mais de 120 lojas invadidas, ou seja, neste momento estamos diante de um quadro que deve mobilizar os marqueteiros das campanhas para a Prefeitura.

Ou o especialista aconselha seu candidato a trabalhar por propostas concretas para o combate das enchentes ou então sua candidatura será insossa. Afinal somente para amanhã, 2, a previsão é de que tenhamos pelo menos 60 mm de água na cidade. É claro que estamos diante de uma previsão e ela pode não se confirmar, mas vocês acham que o comerciante ficará quieto depois de perder tudo duas vezes? Não ficará e com isso botará a boca no trombone e este fator multiplicador pode interferir diretamente na eleição municipal.

Escrevi outro dia que sem projetos o político não se elege e que somente com gritaria ele será considerado um cavalo paraguaio, a maior prova disse é que o governo Airton Garcia depois de três anos resolveu tirar o bumbum da cadeira e corre em todas as esferas para arrumar dinheiro e obras para tentar amenizar o problema. Airton sabe que se deixar passar sua reeleição estará profundamente comprometida e para piorar a situação, ele ainda precisa conviver com a guerra interna dos grupos que compõem o seu governo.

Se a enchente não fosse pauta, o também postulante Netto Donato não perderia tempo para fazer um ao vivo nas suas redes sociais para comemorar a promulgação do decreto de emergência em São Carlos pelo Governo do Estado, o que não foi nada mais do que uma obrigação. Ainda temos o PT, que lançou nota falando do seu trabalho enquanto esteve na Prefeitura e lembrou que Newton Lima e o Oswaldo Barba fizeram obras que foram descontinuadas por outros políticos.

Agora, há também os candidatos de outros partidos, mas aqui já fica o aviso para eles: ou tomam as enchentes como mote importante de discussão ou então ficarão na lata de lixo da história. São Carlos tem muitos problemas, mas a destruição do seu Centro Comercial, o que pode colocar fim em parte dos empregos e da economia do município tem papel fundamental nesta discussão.

Ou vocês acham que eleição é só postar foto no Instagram?

Renato Chimirri