A ETEC Paulino Botelho dá exemplo de cidadania e educação pública de qualidade em São Carlos

Prédio na Vila Nery

Quando a aluna Isabelle me procurou para divulgar o projeto e a iniciativa cidadã que seu grupo com o apoio de suas professoras Jessica Gonella e Nathalia Lima Rosa havia realizado, fiquei curioso em saber do que se tratava. Pois bem, era o mais belo dos projetos, ou seja, distribuir carinho, atenção e matar a fome das pessoas que estão em situação de rua. Alguns podem dizer que foram apenas 50 marmitas, não foram apenas 50 marmitas, mas sim uma tonelada de carinho e ensinamentos de cidadania num tempo em que muitos questionam o valor da educação pública e de qualidade no Brasil.

O projeto das jovens pediu um envolvimento grande delas, dedicação e acima de tudo o passo fundamental: se colocar no lugar do outro e entender as dificuldades pelas quais as pessoas em situação de rua estão passando. O resultado? É claro que não poderia ser diferente, pois vimos uma lição que serviu para nós mesmos, ou seja, a escola ensinando as pessoas a sair do comodismo, a empreender, a fazer pelo outro. É isso, a escola não se resume apenas a educação formal, é evidente que ela é muito importante, mas o estabelecimento de ensino deve ser o lugar onde os cidadãos são formados em caráter e princípios e isso se complementa com aquilo que aprendemos em família.

A ETEC Paulino Botelho, a antiga Escola Industrial, ao longo do tempo tem se pautado em formar cidadãos de bem, a preocupação não se resume apenas em aprender aquilo que está explicado nos livros, ali vemos que as pessoas preparam quem por lá passa para a vida. Problemas? Sabemos que eles existem, afinal ter uma dificuldade para se resolver é algo que faz parte da nossa vida, mas a ETEC através de sua direção e do corpo docente dá mostras da real importância da educação pública de qualidade e que deve ser preservada para as futuras gerações.

Não é exagero algum afirmar a que a ETEC Paulino Botelho é um grande orgulho para São Carlos não apenas pelo seu lindo prédio situado na rua Marechal Deodoro na Vila Nery, mas sim pois ter alunos valorosos e professores capacitados que os instigam ao desafio, bem como a direção comprometida com a causa da educação.

Fica aqui os parabéns do São Carlos em Rede para alunos, professores e diretores da ETEC, que a escola continue a ser uma ponta de luz na sociedade, sobretudo num momento em que o Brasil precisa ainda mais da educação para se desenvolver e prosperar de maneira sustentável e não ao arrepio das leis.

Renato Chimirri