ACISC e órgãos de segurança farão campanha para coibir barulho produzido por motocicletas em São Carlos

O encontro contou com as presenças do presidente da ACISC, José Fernando Domingues, do Coordenador Operacional do Policiamento do 38º BPM/I, Major Paulo Roberto Nucci Jr, do Comandante da Guarda Municipal, Michael Yabuki, do Chefe da Seção de Fiscalização e Operação de Trânsito, Evandro Carlos Domingues, e da representante administrativa do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de São Carlos e Região (SinHoRes) Michele Franco

Medidas visam conter abusos cometidos e que afetam diretamente as pessoas

Nesta terça-feira (05), foi realizada na ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos) a segunda reunião sobre segurança nas áreas comerciais e a perturbação de sossego público, devido ao barulho excessivo dos escapamentos das motocicletas.

O encontro contou com as presenças do presidente da ACISC, José Fernando Domingues, do Coordenador Operacional do Policiamento do 38º BPM/I, Major Paulo Roberto Nucci Jr, do Comandante da Guarda Municipal, Michael Yabuki, do Chefe da Seção de Fiscalização e Operação de Trânsito, Evandro Carlos Domingues, e da representante administrativa do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de São Carlos e Região (SinHoRes) Michele Franco.

Na reunião ficou decidida a realização de uma campanha educativa direcionada aos motociclistas sobre como conduzir as motos com o escapamento contendo descarga livre e outras questões de segurança no trânsito. “Essa foi uma excelente oportunidade de conversarmos sobre melhorias para o setor comercial e público em geral. Por isso, optamos por promover essa campanha educativa para conscientizar não só os motociclistas, mas também os empresários que oferecem o sistema de delivery a cobrarem dos seus funcionários uma postura de acordo com a Lei”, disse Zelão.

Segundo o Major Nucci, a partir da primeira reunião, foram realizadas diversas operações em conjunto com a Prefeitura Municipal, no sentido de fiscalizar e autuar os motociclistas que cometem excessos. Já neste encontro foram definidas algumas ações a serem realizadas para orientar e evitar essas autuações. “Estamos trabalhando nessas duas frentes: fiscalizar com essas ações que já vem sendo realizadas e orientar, por meio da campanha educativa”, afirmou.

A campanha educativa será lançada nos próximos dias, nas redes sociais dos órgãos envolvidos e também nas rádios locais.