Adolescentes da casa de acolhimento participam de oficina de pallets

A oficina é ministrada pelo professor Reginaldo Veroni, o qual propôs a utilização de madeiras de pallets no desenvolvimento de produtos, configurando como materiais alternativos de fontes renováveis.

A Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social está promovendo uma oficina de reciclagem em uma das casas do Serviço de Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes “Cláudia Picchi Porto”.

A oficina é ministrada pelo professor Reginaldo Veroni, o qual propôs a utilização de madeiras de pallets no desenvolvimento de produtos, configurando como materiais alternativos de fontes renováveis.

A capacitação tem como objetivo compartilhar conhecimento técnicos e práticos de ferramentas e a produção de vários objetos de uso diário, como porta tempero, luminárias, bem como geração de renda.

 “As oficinas são meios de transformações não só dos materiais recicláveis, mas para além disso, traz consciência ambiental”, garante o oficineiro Veroni.

Para a confecção das peças, o Projeto recebeu incentivo financeiro da Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social para custear os materiais necessários, na criação dos objetos.

Segundo a secretária Vanessa Soriano, de Cidadania e Assistência Social, a oficina de reciclagem de pallets é uma forma de socialização e também para criar estratégias de superação da vulnerabilidade socioeconômica, possibilitando geração de novas rendas e inclusão no mercado de trabalho.

A secretária parabenizou o trabalho e dedicação de toda a equipe, pela ação promissora, de novas perspectivas para o futuro dos adolescentes acolhidos.