Aeroporto Mário Pereira Lopes vai receber 4 voos internacionais por mês

Outras 14 aeronaves que realizam voos domésticos já são recebidas mensalmente pela LATAM, além do avião presidencial

O Aeroporto Mário Pereira Lopes, internacionalizado oficialmente pela Portaria n.º 3998 publicada no Diário Oficial da União em 6 de dezembro de 2017, recebeu o primeiro voo internacional na última quinta-feira, dia 21 de março de 2019. A aeronave Airbus A319, da LATAM, prefixo HC-CPZ, pousou em São Carlos vindo do Equador e realizou todo o desembaraço aduaneiro no próprio aeroporto, um dia histórico para o município, acompanhado por autoridades civis e militares.

A internacionalização possibilita que os pousos de aeronaves com procedência internacional sejam realizados diretamente no Aeroporto Mário Pereira Lopes, sem a necessidade de pousar e decolar em outro aeroporto internacional para depois fazer o traslado para São Carlos. Com a decisão, há permissão para aeronaves do Brasil e do exterior realizarem manutenção e reparos no Centro de Manutenção da LATAM, tornando assim o MRO da empresa mais competitivo mundialmente.

Os órgãos de fronteiras (Polícia Federal, Receita Federal, Anvisa e Vigiagro) vão atuar no terminal sob demanda, por meio de agendamento, uma vez que as operações internacionais estão restritas a serviços aéreos privados destinados à entrada ou saída de aeronaves procedentes do exterior ou a ele destinadas, para ser submetidas à prestação de serviços de manutenção ou reparo, sendo vedadas as operações internacionais de serviços aéreos públicos e de transporte de passageiros.

Além de investimento na infraestrutura, a LATAM já contratou mais 160 funcionários para compor o quadro do centro de manutenção. “Para atender o aumento da demanda fizemos novas contratações e a nossa ideia é expandir à medida que outras empresas áreas internacionais passem a fazer a revisão das suas aeronaves aqui em São Carlos. Hoje já recebemos 14 aeronaves que operam no Brasil. Agora vamos receber mais 4 que operam em outros países, em voos internacionais”, afirma Alexandre Peronti, diretor geral do Centro de Manutenção da LATAM (MRO), confirmando que o avião presidencial também faz manutenção em São Carlos.

Para o prefeito Airton Garcia o número de contratações pode chegar a 500. “Já foram abertas e preenchidas 160 novas vagas só para o início das operações internacionais, com certeza muito mais empresas aéreas estrangeiras vão buscar o Centro de Manutenção da LATAM, uma vez que não existe mais toda aquela burocracia, além disso, eles garantem que os custos operacionais aqui são 9% mais baratos que em outros países”.

Segundo o superintende do Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (DAESP), órgão que administra ao todo 20 aeroportos paulistas, Antônio Claret de Oliveira, o aeroporto de São Carlos é o primeiro da rede a receber operações internacionais. “O importante para o Governo do Estado é que esse aeroporto faz parte de um processo de valorização do interior. O centro de manutenção da LATAM vai aumentar o apetite da iniciativa privada para o processo de desestatização proposto pelo governador João Doria. O governo se movimentou no sentido de apoiar a vinda de voos para o interior, cortando o ICMS de 25 para 12% do querosene da aviação, o que vai aumentar o movimento de voos”, aposta Claret.

“Foi um trabalho de muita persistência, extremamente burocrático, mas a determinação foi maior que todos os entraves. Assim que assumiu o prefeito Airton Garcia determinou a continuidade do processo, inclusive eu e ele fomos várias vezes em Brasília, na Receita Federal em Araraquara e não deixamos o processo parado e hoje comemoramos essa conquista de todos”, afirmou Valdemar Zanette, Procurador Geral do Município, que acompanhou todas as etapas do processo de internacionalização do aeroporto de São Carlos.

O Pátio de Estacionamento de Aeronaves tem 23 mil metros quadrados, e a Pista do Aeroporto Internacional de São Carlos, 1.620 metros de comprimento e 45 metros de largura. Em 2018, foram registrados 866 embarques e desembarques e 1.636 pousos e decolagens.