Airton Garcia vai à Brasília buscar recursos para obras contra as enchentes de São Carlos

Prefeito esteve em Brasília

O prefeito Airton Garcia, acompanhado do chefe de gabinete da Prefeitura, José Pires (Carneirinho), se reuniu nesta quarta-feira (02/12), em Brasília, com o senador Eduardo Gomes (MDB), líder do governo Jair Bolsonaro no Congresso Nacional.


Na ocasião, o prefeito solicitou ao senador ajuda para a liberação de recursos da União para obras contra enchentes. Na última sexta-feira (26/11), a cidade novamente foi atingida por uma tempestade, com grandes prejuízos, como alagamentos em diversas áreas residenciais e comerciais, incluindo a baixada do mercado municipal, Jardim Bicão, Lagoa Serena e Vila Carmem.
De acordo com o levantamento realizado pela Defesa Civil de São Carlos, a chuva de 138 mm, considerada de extrema intensidade, teve início às 17h30 com finalização às 18h40, acompanhada de granizo e rajadas de ventos isolados, com enxurradas e alagamentos de até 1,70 metros de altura nas regiões mais baixas da cidade. Os prejuízos ultrapassam R$ 43 milhões, contabilizados o setor privado e poder público.


Imediatamente o senador Eduardo Gomes entrou em contato com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, que conversou com o prefeito Airton Garcia por telefone e marcou uma reunião pela internet com a equipe técnica do Ministério, ocasião em que a cidade vai apresentar os danos causados e os recursos necessários para as obras estruturais de combate às enchentes. Em janeiro desse ano, após a tempestade de 167,8 mm em pouco mais de 20 minutos, castigando também várias regiões da cidade, o município solicitou ao Governo Federal R$ 27 milhões, porém em virtude da pandemia, nenhuma verba foi liberada para as obras.


No período da tarde, o prefeito Airton Garcia, acompanhado do deputado federal Júnior Bozzela, foi recebido pelo secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, que entrou em contato por telefone com o diretor da Defesa Civil de São Carlos, Pedro Caballero e orientou quanto ao registro direto no sistema da instituição do Formulário de Informações de Desastre (FIDE), além de explicar ao Prefeito e ao chefe de gabinete de São Carlos, como são os trâmites no casos de desastres climáticos.


“Estamos passando o chapéu aqui no Governo Federal, vamos insistir, hoje foi somente um primeiro contato e voltaremos a Brasília quantas vezes forem necessárias. Já pedi para a minha equipe verificar em cada pasta da União o que podemos pedir de recursos. Sabemos que não vamos conseguir R$ 600 milhões para executar todas as obras, até porque esse valor é pleito de Governo do Estado e não de município, mas vamos tentar levar o máximo aqui da capital federal para tentar resolver um problema que persiste na cidade”, afirma o prefeito de São Carlos.


Airton Garcia também agradeceu o deputado federal Júnior Bozzela pelo apoio que tem dedicado as causas de São Carlos. “Ele intermediou a nossa audiência imediata com o governador João Doria que aconteceu um dia após a enchente e agora está nos ajudando em Brasília. Agradeço essa valorosa ajuda”.


Segundo o chefe de gabinete, José Pires (Carneirinho), todas as obras solicitadas estão ligadas a pavimentação e a drenagem. “Algumas obras que pedimos no início do ano, a RUMO se comprometeu a fazer como a passagem inferior da Praça Itália, com 4 pistas e duplicação do viaduto da Estação Ferroviária e da passagem sobre a linha na Vila Morumbi, na região da CDHU, com a construção de passarela para pedestres com três rotatórias. Um investimento total de R$ 50 milhões. Agora vamos enviar novos projetos para drenagens em outras áreas da cidade”.


O prefeito solicitou, ainda, ao senador Eduardo Gomes, apoio para que o município seja incluído no novo programa habitacional do governo federal, denominado de Casa Verde e Amarela. O programa é uma reformulação do Minha Casa Minha Vida, com foco na regularização fundiária e na redução da taxa de juros, para aumentar o acesso dos cidadãos ao financiamento da casa própria.