Além do calor, casas em São Carlos estão sendo invadidas por enxames de pernilongos

Invasores de casas

Essa onda de calor que atinge a região de São Carlos trouxe o desconforto das altas temperaturas, mas também um novo invasor: o pernilongo comum. Basta o sol começar a se esconder que o inseto sai de arbustos e outros locais para ir atrás da luz que começa a se acender dentro das casas. Há pelo menos 15 dias são milhares de internautas reclamando do aumento da presença desse bicho que só atrapalha a vida as pessoas.

Para tentar se livrar desse visitante incômodo, os internautas estão fechando as casas no período entre 17h até às 19h, contudo a situação é muito difícil, afinal de contas o forte calor impede que tenhamos sossego com portas e janelas trancadas.

O pernilongo comum, esse que está invadindo as casas, prefere atacar durante a noite, ele chega sem fazer barulho, porém pode fazer um grande estrago.

Esse inseto é chamado de Culex e tem uma coloração marrom, opta por atacar na madrugada (aquele zumbido enquanto você está dormindo), já o Aedes (transmissor da dengue) é mais ativo no início da manhã e fim de tarde e costuma picar, preferencialmente, pés e pernas. Por isso, é fundamental dedetizar a casa, usar aqueles aparelhos na parede e também repelente corporal. A limpeza afasta todos os tipos de pernilongos.

Para se livrar de deles, siga estas dicas:

Telas de proteção: você pode usar onde os pernilongos são abundantes, o ideal é apostar em telas mosquiteiras.

Repelentes naturais: os repelentes costumam salvar a vida de muitas pessoas em passeios ao ar livre, a citronela é um deles.

Evitar água parada: eles vivem uma fase aquática antes de voar, por isso qualquer poça é uma piscina para eles.

Plantas que servem como inseticidas: citronela e manjericão. Coloque-as nas entradas da casa para que elas sirvam de barreira aos pernilongos.

Quente

A Defesa Civil informou que os termômetros marcaram em São Carlos nesta segunda, dia 20, 34°C por volta das 13h. A expectativa é de que cheguemos até os 37° por volta das 15h. Segundo Pedro Caballero, a situação piorará amanhã, quando podermos bater nos 38°C, um calor recorde para São Carlos. Nesta segunda, a umidade relativa do ar está em 23%.

A meteorologia diz que as chuvas podem chegar em São Carlos na sexta-feira, pois há a previsão de uma entrada frente fria no final de semana no litoral de SP e isso deve provocar chuva no interior do Estado. Entretanto, hoje e amanhã, o calor será de escaldar.

Com esse calor e a secura do tempo, os incêndios vão se proliferando.