Araraquara tem mais duas mortes e 506 casos positivos de COVID-19

Araraquara registrou nesta segunda-feira mais 506 casos positivos de Coronavírus, o equivalente 24,59% de 2.057 amostras analisadas nos serviços públicos e privados de saúde e nos setores econômicos e sociais do município, ou seja, sintomáticos e assintomáticos.
Considerando apenas os sintomáticos que procuraram os serviços de saúde, esse percentual é de 29,13% de 1.215 amostras, com 354 positivados.


Em relação às testagens ampliadas de assintomáticos realizadas nos setores econômicos e sociais foram aplicados um total de 842 testes no dia 17 de janeiro, com 152 positivados.


Portanto, Araraquara tem 40.892 casos confirmados de Covid-19.


Do total de confirmados, 3.470 permanecem em quarentena e 36.808 já saíram. Aguardam resultado de exames 27 amostras.
Para consultar o resultado de exames no site da Prefeitura, basta acessar o campo Resultados de Exames (COVID-19) e preencher os dados solicitados. O site também fornece as orientações de como agir, de acordo com o resultado do exame.


Hoje, 34 pacientes estão internados: 24 em enfermaria, sendo 22 confirmados e 2 suspeitos, e 10 na UTI, sendo 8 confirmados e 2 suspeitos.


Destes 34 internados, 25 são moradores de Araraquara e 9 residem em outros municípios. São moradores de Altinópolis (1), Américo Brasiliense (1), Barra Bonita (1), Boa Esperança do Sul (2), Gavião Peixoto (1), Ibitinga (1), Rincão (1) e São Carlos (1).


Com relação às internações nos serviços hospitalares que disponibilizam leitos para Covid-19 (públicos e privados), a cidade conta hoje com uma taxa de ocupação de 41% de leitos de enfermaria e 37% de UTI.


Hoje, o Hospital São Paulo tem 13 pacientes, o Hospital São Francisco tem 5 pacientes, a Unidade do Melhado tem 9 pacientes e o Heab tem 7 pacientes.


Araraquara registrou, até o momento, 614 óbitos decorrentes de Covid-19. Os óbitos registrados nas últimas 24 horas são de uma mulher de 74 anos, sem comorbidades, que estava internada em unidade da rede pública desde o dia 10 de janeiro; e uma mulher de 46 anos, com comorbidades, que estava internada em unidade privada desde o dia 10 de janeiro.


A vacinação contra a Covid-19 continua avançando no município. Já foram aplicadas 476.145 doses de vacina contra a Covid-19, sendo 201.591 da primeira dose, 198.007 da segunda dose e dose única e 76.547 de terceira dose.


Nesta quarta-feira, dia 19 de janeiro, terá início a vacinação de crianças com 5 a 11 anos, 11 meses e 29 dias com deficiência permanente ou com comorbidades. A vacinação será feita com a vacina da Pfizer, recomendando-se que estejam acompanhadas por adulto responsável ou apresentem termo de assentimento.


Pessoas com uma ou mais das comorbidades pré-determinadas poderão apresentar qualquer comprovante que demonstre pertencer ao grupo de risco (exames, receitas, relatório médico, prescrição médica etc.), desde que conste o CRM do médico. Adicionalmente, poderão ser utilizados os cadastros já existentes dentro das Unidades de Saúde.


Em decorrência do critério de priorização de vacinação, os indivíduos pertencentes ao grupo de pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) deverão comprovar ser beneficiário para vacinação. Aos que não estão cadastrados no BPC, deverão apresentar como documentos comprobatórios para a vacinação: laudo médico que indique a deficiência; ou comprovação de atendimento em Centro de Reabilitação ou unidade especializada; ou documento oficial com indicação da deficiência; ou cartões de gratuidade do transporte público; ou autodeclaração (na ausência de outro tipo de documento).


Os polos de vacinação são as unidades de Saúde do Iguatemi, Melhado, Roxo, Jardim América e Sesa, de segunda a sexta-feira, das 8 às 15 horas.


Todos os positivados, assim como seus comunicantes, estão sendo monitorados pelas equipes da Secretaria Municipal da Saúde. O objetivo é orientar e cobrar o cumprimento da quarentena.


Os dados sobre os bairros com casos confirmados e o perfil dos positivados podem ser consultados em link disponibilizado pela Prefeitura, em parceria com o grupo Urbie, Grupo de Inovação e Extensão em Engenharia Urbana da Ufscar. (https://arcg.is/neO5H).


As informações oficiais sobre o enfrentamento do Coronavírus no município estão no site www.araraquara.sp.gov.br e nas redes sociais da Prefeitura.