Atletismo ACD foi o destaque do sétimo dia dos Jogos Regionais

O destaque do sétimo dia de competições dos Jogos Regionais que acontecem em Botucatu foram as provas do Atletismo ACD (Atletas Com Deficiência). No campo de jogo, ou na pista de atletismo, os atletas superam qualquer outro, independente de resultados, disputas ou medalhas. É uma lição de vida em cada história, imagem, vitória ou participação.

A equipe são-carlense, acostumada a acumular vitórias, fez bonito mais uma vez. Ao todo, conquistou 21 medalhas de Ouro, 2 de Prata e 3 de Bronze. Na classificação geral, São Carlos ficou com o segundo lugar no Masculino e com o quinto no Feminino.

“Os atletas se superaram, fizeram o máximo de pontos possível. Não deu para ser campeão, mas está de bom tamanho pela quantidade de atletas que nós trouxemos”, avalia Altair Maradora, técnico da equipe e guia dos atletas com deficiência visual.

“Nem dá para piscar nesta prova de 100 metros, dessa vez não demos chance para ninguém, comenta um sempre bem humorado, Maxwell Ferreira, que ganhou com folga a prova de 100 metros. “É uma emoção muito grande estar disputando por São Carlos”, diz Maxwell, que participa de competições desde 2005 e que já acumulou mais de 400 medalhas ao longo da carreira. Gisele dos Santos participa desde os 10 anos de competições de atletismo. De Botucatu, levou a medalha de Ouro no Arremesso de Disco e no Arremesso de Dardo.

Daniel Mendes ganhou em primeiro lugar a prova de 5 mil metros. “É sempre uma satisfação estar participando”, disse José Roberto que conseguiu Ouro na primeira prova que disputou. “A expectativa é ótima e a gente está sempre satisfeito de representar a cidade”.

No Ciclismo, que realizou a última prova nesta quarta-feira (24/7), São Carlos encerrou a participação com o vice-campeonato na categoria Feminino e em quarto lugar no Masculino.