Auditor Fiscal é assassinado com quatro tiros

Ele tinha 52 anos

Um crime chocou a região na noite de ontem, 12. O auditor fiscal Adriano William de Oliveira, 52 anos, foi morto a tiros em Franca dentro de um caminhonete S10. O crime se deu por volta das 19h30 na avenida Major Nicácio, local cheio de bares da cidade, entre o Bar Vila Madalena e o Bar da Careta perto da igreja Nossa Senhora das Graças.

O suspeito de cometer o crime é um dentista de 48 anos. A motivação teria sido passional, entretanto a Polícia Civil ainda não deu detalhes do caso, segundo o GCN Net.

Na noite de ontem, o dentista já prestou depoimentos para o delegado Milessandro Moretti. Segundo consta, a vítima levou quatro tiros, sendo três no rosto e um no peito.

O crime deixou a cidade de Franca atônita e agora a Polícia Civil trabalha para entender o que levou o suspeito a cometer o assassinato.

Com informações do GCN NET