Aulas presenciais voltam a ser obrigatórias no Estado de SP

As aulas presenciais em SP voltam a ser obrigatórias na rede pública e privada a partir da próxima segunda, dia 18. Com isso, a ausência de estudantes será permitida apenas com justificativa médica.

Essa informação foi dada pela Secretaria Estadual de Educação ao Jornal do O Estado de S. Paulo. A rede paulista tem 5,4 mil escolas e 3,5 milhões de alunos. Ao que consta, o distanciamento entre carteiras não será mais exigido a partir de 3 de novembro. Entretanto, até esta data o distanciamento entre carteiras terá que ser mantido, porém o Governo Estadual, não esclarece como escolas que não tem condições de operar com 100% da capacidade e fazer distanciamento trabalharão. O distanciamento é de um metro, até agosto foi de 1,5 metro.

O uso de máscaras continua obrigatório, assim como de álcool em gel. Os professores também deverão usar equipamentos de proteção individual, assim como os demais trabalhadores das escolas.

Em agosto, o retorno de 100% para as aulas presenciais foi liberado, porém a frequência era facultativa. As prefeituras decidiam como seriam as regras de abertura.

Hoje SP, tem 99,7% da população com uma dose de vacina contra a COVID e 80,27% com as duas doses completas, isso para a população adulta. 61,55% da população total paulista está com esquema vacinal completo.

Com informações do Bom Dia SP.