Biblioteca Comunitária da UFSCar apresenta exposições artísticas virtuais até 31 de agosto

Mostras podem ser visitadas gratuitamente pelo site da Biblioteca
Até o dia 31 de agosto, a Biblioteca Comunitária (BCo) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) apresenta duas exposições artísticas virtuais, disponíveis na Internet (https://bit.ly/3LEj2H5) e com acesso gratuito a todo público. A primeira delas, “Diáspora Negra – Cultura e Memória Social”, tem a curadoria de Andréia Rosalina Silva, doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da UFSCar, e conta com o apoio pedagógico dos professores Douglas Verrangia, do Departamento de Metodologia de Ensino (DME), e Priscila Martins de Medeiros, do Departamento de Sociologia (DS), ambos também da Universidade.

A exposição aborda diversas formas de conhecer o mundo com base na tradição africana não verbalizada por artistas e mestres negros que estabelecem uma relação entre a ancestralidade e o espaço urbano. “Os artistas da diáspora africana trazem novos olhares para dentro do mundo das artes, refletem sobre a definição histórica de arte, arte popular e artefatos, e enquanto sujeitos que reelaboram e criam suas realidades, problematizam a partir de suas criações a realidade social afrodescendente”, afirma a curadora na apresentação da mostra.A segunda exposição é “Cores que falam de Cuiabá”, do professor universitário e pesquisador da área de Neurociências Luiz Fabrizio Stoppiglia. Stoppiglia começou a pintar com 15 anos e, após uma lacuna de duas décadas, voltou à atividade artística em 2019. A mostra apresenta composições originais utilizando técnica de pintura com lápis de cor ou grafite, giz de cera, giz pastel oleoso e caneta hidrocor sobre papel. As duas exposições contam com lista de presença digital e estão disponíveis para acesso gratuito do público no site da BCo (https://bit.ly/3LEj2H5).