Calouros e veteranos da Engenharia Civil da UFSCar colocam a mão na massa e ajudam instituição de São Carlos

Estudantes do curso de Engenharia Civil revitalizaram as dependências do Projeto CorAção

Corte de cabelo, pintura nos braços e rosto, pedágio nas ruas. Nem sempre o trote, como é conhecido um conjunto de atividades para receber os calouros nas universidades, é sinônimo dessas “tradições”. Ao contrário. Prova disso é o Trote Solidário, ação voluntária realizada no último sábado, 2 de julho, por estudantes do curso de Engenharia Civil da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), com coordenação do Programa de Educação Tutorial (PET Civil).

Durante o período da manhã, cerca de 90 pessoas, entre veteranos, calouros e voluntários, literalmente colocaram as mãos na massa e realizaram ações como jardinagem, pinturas de paredes e pequenas concretagens. “O nosso intuito é integrar os estudantes, revitalizar instituições beneficentes, criar um contato mais prático com o curso de Engenharia Civil e desconstruir a ideia de trote agressivo que se cria na universidade”, explica Isabella Vieira Martins, da Diretoria de Comunicação do PET Civil.

O Trote Solidário é tradição desde 2011. O PET Civil aderiu à proposta desde que o coletivo surgiu, em 2013. “Ações sociais e voluntárias como essas são frequentemente realizadas pelo nosso grupo, uma vez que agimos voltados para a pesquisa, ensino e extensão dentro do ambiente acadêmico”, acrescenta Martins.

Neste ano, a instituição escolhida para revitalização foi a Projeto CorAção. Foram realizadas pinturas lúdicas nas paredes e no chão, a horta existente no local foi recuperada e foram construídos caminhos de concreto, floreiras de pneus e traves de gol para o campinho de futebol, entre outras reformas. Os materiais utilizados são adquiridos por meio de patrocínios de empresas e o que sobra também é revertido para a instituição.

O estudante Leonardo Ravelli, que participou da ação, exalta o trabalho: “Eu acho maravilhosa a ideia de a gente fazer esse trote solidário, ajudando as instituições. Acho importante também devolvermos para a comunidade o que aprendemos no curso. É incrível tudo isso”.

Sobre o Projeto CorAção

O Projeto CorAção é uma organização sem fins lucrativos, fundada em outubro de 2017, no bairro Cidade Aracy da cidade de São Carlos. Atende cerca de 60 crianças e adolescentes, entre 5 e 16 anos de idade, em dois períodos (manhã e tarde), assistindo mais de 50 famílias, com impacto em mais de 300 pessoas. A finalidade é atender àqueles que possam vir a necessitar de acompanhamento no período em que estariam expostos a situações de vulnerabilidade social, zelando pela sua segurança e desenvolvimento.