Campanha de vacinação contra a raiva foi suspensa no Estado de SP

Vacinas suspensas por causa da COVID-19

A Campanha de Vacinação contra a Raiva foi suspensa em todo o estado de São Paulo de acordo com a Nota Técnica 01 – IP/CCD/SES-SP 10/08/2020 – por causa da pandemia do novo coronavírus, no entanto a Secretaria Estadual de Saúde, através do Instituto Pasteur, orientou que os municípios mantenham a estratégia de vacinação de rotina nos casos de animais contactantes de morcegos e bloqueio de foco, quando há diagnósticos positivo para a raiva em cães e gatos.

“Apesar da suspensão da Campanha de Vacinação em 2020, a Unidade de Controle de Zoonoses possui um estoque de vacinas para atender os casos descritos acima. Sendo assim, caso seu cão ou gato tenha contato direto com morcegos, procure orientações através do nosso telefone e sempre que possível, guarde o morcego em potes ou sacos plásticos, para que o mesmo seja encaminhado ao Instituto Pasteur para realizar o exame da raiva, orienta Luciana Marchetti, supervisora da Unidade de Controle de Zoonoses e Endemias da Prefeitura de São Carlos.

Segundo Luciana Marchetti não há registro de casos de raiva na área urbana de São Carlos em morcegos há 16 anos, sendo que qualquer animal que apresente comportamento diferente do habitual (se debatendo ou caído durante o dia, ou que adentre residências sem possibilidade de sair) é recolhido e enviado para o diagnóstico laboratorial e desta forma é feito o monitoramento da circulação do vírus na cidade.

“Através da guarda responsável de animais de estimação, que inclui mantê-los domiciliados com acesso à rua apenas com uso de coleira, guia e sob supervisão do tutor, visitas frequentes ao médico veterinário e vacinação anual, é possível manter os animais livres desta doença fatal”, avalia a médica veterinária.

Em 2017 foram vacinados 19.685 cães e 3.707 gatos em São Carlos. Em 2018 foram vacinados 18.504 cães e 3.290 gatos. Ano passado ocorreram problemas técnicos na produção das vacinas e o Estado adiou a vacinação antirrábica.

Outras informações podem ser obtidas na Unidade de Controle de Zoonoses localizado na rua Conde do Pinhal, nº 2.161, no centro ou pelos telefones (16) 3307-7282 ou 3307-7405.