Campus da USP de São Carlos reforça seu papel como centro de inovação

A cerimônia de inauguração do Inova USP São Carlos aconteceu no dia 21 de setembro e contou com a participação de dirigentes, pesquisadores e representantes da Prefeitura de São Carlos, da Câmara de Vereadores e de outras universidades – Foto: Henrique Fontes

Por Erika Yamamoto, do Jornal da USP

O campus da USP na cidade de São Carlos mantém sua vocação para a tecnologia e inovação e inaugura o primeiro polo do Inova USP no interior. Idealizado para ser um centro de pesquisa interdisciplinar voltado à inovação, o Inova USP conta com grupos fixos e móveis de pesquisadores, incentivando a participação de estudantes e a abertura para projetos em cooperação com setores produtivos.

O primeiro Inova USP foi inaugurado na capital paulista, no final de 2017, e abriga a Plataforma Científica Pasteur-USP, o Laboratório de Games e Soluções Digitais (Pateo@USP), o Laboratório de Biologia Sintética e Sistemas (S2B Lab, na sigla em inglês) e o Laboratório de Soluções Inovadoras para Pesquisa Interdisciplinar (Iris, na sigla em inglês).

“A Universidade tem que estimular seus alunos e pesquisadores para a inovação. A ideia de que o conhecimento precisa ser útil para a sociedade já está presente neste campus, só precisamos criar um ambiente propício para a inovação. Tenho a certeza de que, em breve, o Inova USP São Carlos superará todas as expectativas”, ressaltou o reitor Vahan Agopyan durante a cerimônia de inauguração, realizada hoje, dia 21 de setembro.

Hub de inovação em São Carlos

O Inova USP São Carlos dividirá um espaço de 800 metros quadrados, na Área 2 do campus, com a nova sede do polo local da Agência USP de Inovação (Auspin).

“Com essas inaugurações, nós centralizamos as iniciativas de inovação do campus de São Carlos e criamos um ambiente de inovação bem próximo aos estudantes. Esperamos que esse espaço seja uma área de integração, de compartilhamento de ideias, em que o jovem possa projetar seu futuro profissional e se tornar um empreendedor”, explicou o presidente do Conselho Gestor do Campus e diretor do Instituto de Química de São Carlos (IQSC), Emanuel Carrilho.

O dirigente também lembra que a expectativa é que o local se torne um celeiro de startups, gerando empregos e retendo profissionais altamente qualificados na região.

Parceria

Na segunda parte da cerimônia foi assinado um protocolo de intenções entre a USP e a Prefeitura Municipal de São Carlos, com o objetivo de estabelecer uma parceria para a realização de projetos voltados para o ensino, a pesquisa e serviços à comunidade.

O secretário Municipal de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação de São Carlos, José Galizia Tundizi, fez questão de lembrar a importância da tecnologia para o desenvolvimento da cidade.

“A USP faz pesquisa de qualidade, gera inovação, e essa inovação transforma o ambiente porque produz emprego, renda, novas tecnologias e novas ideias. Integrar o conhecimento que a universidade produz com o poder público municipal é fundamental para que possamos avançar e atender às necessidades da comunidade”, afirmou o secretário.

O vice-reitor Antonio Carlos Hernandes reforçou o papel da Universidade para alavancar o desenvolvimento econômico e social. “Nos últimos anos, o programa USP Municípios tem se empenhado para levar a Universidade também para cidades que não possuem campus da USP ou de outra universidade pública. A ideia é atuarmos como indutores da transformação, capazes de utilizar o conhecimento em uma iniciativa que transforma a comunidade.”

O evento também contou com a participação do presidente da Câmara Municipal de São Carlos, Roselei Aparecido Francoso, e do diretor do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) e coordenador do projeto Embrapii, Vanderlei Salvador Bagnato.