Cavalo de Troia: Espetáculo que mistura tecnologia e mitologia tem exibições gratuitas em abril

Espetáculo estreia na segunda

Apresentação é gratuita e tem exibições dos dias 26 a 30 de abril.

Estreia nesta segunda-feira (26), o espetáculo online C4V4L0 D3 TR014 (Cavalo de Troia), montagem que mistura mitologia, redes sociais e polarização. As apresentações acontecem dos dias 26 a 30 de abril, sendo três sessões diárias transmitidas às 11h, às 15h e às 19h. As exibições da montagem são gratuitas e acontecem no canal do Youtube da Leneus Produtora de Arte.

A montagem é uma colaboração entre artistas de São Carlos, a Leneus Produtora de Arte e a BiG Produções com apoio do edital ProAC Expresso LAB, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo.

Sinopse

Em um mundo polarizado, o “Jornal Imparcial” noticia a chegada do C4V4L0 D3 TR014, um inovador aplicativo que promete exterminar as fake news. O assunto viraliza entre influencers, sub-celebridades e livre-pensadores. Nesse contexto, surge o movimento “Cassandras pelo Brasil”, liderado por uma enigmática mulher que denuncia o Cavalo de Tróia por usar as redes sociais para hackear e perseguir opositores.

Cassandra: da mitologia para a atualidade

Os artistas encontraram no mito grego de Cassandra, nas diferentes fabulações sobre a Guerra de Troia e nas representações da Mulher Exilada, ingredientes relevantes para que forma e conteúdo fossem expressados em uma experiência de teatro online. “A ideia era colocar a Cassandra de Troia passando por esse mundo das redes”, explica Fabiano Lodi, ator da montagem.

Cassandra é uma personagem famosa por fazer previsões do futuro que ninguém acredita, após ser amaldiçoada pelo deus Apolo. Ela é julgada como louca depois de profetizar que o cavalo de madeira, presente dos gregos aos troianos sinalizando trégua entre eles na Guerra de Troia, era uma armadilha.

A peça escolhe a figura de Cassandra para representar as vozes que emergem contra discursos dominantes e são silenciadas. Além do apagamento dessas figuras, o trabalho também debate a era das redes sociais, o negacionismo, os efeitos da “tendência do cancelamento” e a apropriação cultural.

Dramaturgia na rede: teatro online não é bagunça

Em 2017 os artistas começaram a desenvolver um novo projeto de espetáculo, nomeado inicialmente de “Cassandra Caipira”. Porém, foi no período de quarentena da COVID-19 que os encontros do projeto se estabeleceram com regularidade. A necessidade de isolamento social fez com que o grupo alcançasse maior aproximação, graças às ferramentas para encontros online. “Conseguimos juntar gente de lugares diferentes nesse processo, por ser online, coisa que no presencial não ocorreria”, conta o ator Bruno Garbuio.

Desde março de 2020, foram desenvolvidos experimentos, como podcasts, cenas e roteiros, para diferentes formatos estéticos e plataformas de transmissão. “Foram várias questões, uma delas foi decidir a forma de fazer, chegamos em um formato mediado pelo Zoom”, disse a atriz Mylene Corcci. Os integrantes investigaram ferramentas de aplicativos e mídias sociais, encontrando maneiras para que esses mecanismos pudessem colaborar

com a dramaturgia teatral da peça. “Usamos muito as redes sociais para explorar e se comunicar. Fomos descobrindo como fazer, testando através de grupo do WhatsApp e listas de melhores amigos no Instagram”, disse a atriz Ana Garbuio.

A diretora de fotografia Iasha Salerno falou sobre os desafios durante a gravação do espetáculo. A equipe precisou se adaptar com impossibilidade da captação das imagens presencialmente. “Foi um processo interessante, a gente aprender a trabalhar de outras formas, principalmente porque o momento que estamos vivendo pede isso”, explicou Iasha “O desafio foi aceitar as limitações que foram colocadas e tirar o melhor proveito delas”, completou.

Iasha precisou orientar os atores à distância pela internet quais os posicionamentos de câmera, iluminação, fotografia e até captação de som. “Sempre antes da gravação eu pedia aos atores e atrizes que me enviassem uma foto para fazer uma análise de como estava, daí batemos o martelo junto.”

Toda essa preparação tem sido um aprendizado para os atores, que passaram do palco para um formato audiovisual feito a distância. “A gente estava trabalhando com atores do teatro e talvez por isso também é algo muito novo para eles, coisa que para atores do audiovisual e da televisão, acaba sendo algo mais familiar alguns processos”, finalizou.

C4V4L0 D3 TR014 (Cavalo de Troia) Quando: de 26 a 30 de abril, às 11h, 15h e 19h Onde: Youtube da Leneus Produtora de Arte. Mais informações: Facebook da Leneus Produtora de Arte