Centro de Zoonoses de Ibaté tem mais 200 doses de vacina antirrábica

O Centro de Controle de Zoonoses “João Trevizan”, da cidade de Ibaté,
informa que recebeu mais 200 doses de vacina antirrábica para aplicação
em cães e gatos.

A médica veterinária e responsável pelo CCZ, Dra. Claudia Boschilia,
conta que a vacina estará à disposição dos animais que ainda não foram
imunizados. “Quem não vacinou seus animais na vacinação que fizemos
anteriormente, tragam seus animais aqui no Centro de Zoonoses, pois
estaremos aplicando as vacinas”, afirmou.

Claudia ressalta que mais uma pequena campanha antirrábica. “Vamos
aplicar essas vacinas para não perdê-las”, contou.
Quem quiser vacinar seu cão ou gato, deve procurar o Centro de Zoonoses,
localizado na Horta Municipal, das 13h às 17h.

Raiva

Embora, nos dias de hoje, a raiva seja uma doença considerada um tanto
incomum, ela ainda é tida como uma grande preocupação por parte dos
donos de pets. Incurável nos animais e fatal em 100% dos casos, a doença
é uma zoonose e também pode afetar os seres humanos – sendo que a vacina
antirrábica é, ainda hoje, a sua única forma de prevenção.

Transmitida por meio da saliva dos animais contaminados, a raiva é
passada, principalmente, pela mordida dos animais doentes – sejam eles
gatos ou cães. Nos cachorros e no homem, o vírus da doença pode
permanecer encubado por até dois meses antes que os seus sintomas
(também bastante similares) comecem a aparecer; sendo que, nos gatos, a
doença destaca sinais diferenciados, mas não menos agressivos.