Cidade da região decreta toque de recolher por causa da COVID-19

Exames para identificar o vírus

Com um caso confirmado da variante P.1 do Amazonas de COVID-19 a cidade de Araras tomou medidas para tentar frear a transmissão. Um decreto municipal foi publicado com medidas mais restritivas, sendo que a principal é o toque de recolher das 22 até às 6 da manhã. As aulas da rede municipal também foram suspensas.

Araras é a segunda cidade da região com a variante confirmada, pois Araraquara divulgou na semana passada que 12 pessoas estavam contaminas com a P.1. Por isso, o lockdown severo de cinco dias foi decretado pela Prefeitura, pois as UTIs e enfermarias da cidade estão lotadas de doentes, assim como houve um aumento considerável de óbitos na cidade.

A variante de Manaus é mais transmissível, mas não há comprovação científica que seja mais letal. Porém, é possível dizer que as infecções aumentaram, bem como o tempo de internação dos pacientes (em torno de 40 dias), sendo que muitos deles precisam de hemodiálise. Essa mudança de perfil fez com que as autoridades passassem a investigar se a variante de Manaus e do Reino Unido estavam pelas cidades do Centro do Estado.

Rio Claro, cidade praticamente vizinha de São Carlos, também está investigando a presença da variante P.1, oriunda de Manaus no município.