Comércio não essencial em Ribeirão Preto volta a ser fechado

Hoje o mapa é esse, mas pode mudar após a fala de Doria

Nesta quarta-feira (10/6), o governador do Estado de São Paulo João Doria classificou Ribeirão Preto e região como fase Vermelha. Isso significa que a partir de 15/6 (segunda-feira) até, pelo menos, 30 de junho, quando será feita nova avaliação, os estabelecimentos de comércio varejista não essenciais, incluindo os de shoppings, ficarão fechados para atendimento presencial.

A decisão do Governo de SP está baseada principalmente:

– No comportamento da população observado desde de 1o de junho que, em grande parte, não respeitou o isolamento social e a regra de sair de casa somente para o necessário;

– No aumento do número de casos de Covid-19 na cidade e região;

– No aumento da taxa de ocupação dos leitos de CTI na cidade e região.

 

O SINCOVARP – Sindicato do Comércio Varejista de Ribeirão Preto e Região – e a CDL Ribeirão – Câmara de Dirigentes Lojistas – lamentam a classificação da região de Ribeirão Preto como fase vermelha e confirmam que continuarão trabalhando na construção de soluções para que a cidade volte à classificação laranja e continue evoluindo até a reabertura total.

Confirmam, ainda, o reposicionamento da campanha de conscientização, lançada no último fim de semana, para o mote “Proteja vidas e ajude Ribeirão a seguir em frente!”.

“Seja trabalhando no Grupo de Transição e Retomada onde representamos o Comércio Varejista, na campanha de conscientização junto com entidades parceiras seja realizando ações práticas para ajudar a alavancar vendas no setor lojista, não vamos desistir! E a população precisa ajudar também!”, afirma Paulo César Garcia Lopes, presidente do SINCOVARP e da CDL RP.