Conheça a rota da COVID-19 em números por São Carlos

Coronavírus em números por São Carlos

São Carlos conta, devido aos números atualizados no dia de ontem, 10, com 40 casos confirmados de COVID-19, segundo informação oficial da Prefeitura Municipal. O gráfico abaixo mostra a linha de crescimento dos casos da doença no município desde 4 de abril. A cidade ratificou seus três primeiros positivos no dia 6 do mês passado. Acompanhe a linha:

Caso confirmados de COVID – 19:

 

No dia 6 de abril, São Carlos tinha 25 casos suspeitos internados na rede hospitalar da cidade, durante essa trajetória até do dia 9 de maio podemos observar que o número de positivados cresceu, mas o de internados caiu. Entretanto o gráfico mostra que há um alerta, bem agora quando as autoridades dizem que vivemos o epicentro da pandemia, com mais de 700 óbitos por dia no Brasil, pois o número de confirmados cresce na cidade (em função da rapidez de divulgação dos exames do Adolpho Lutz) e o de internados também começou a aumentar. Hoje são 15 suspeitos em internação, sendo 11 na enfermaria e quatro na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ou seja, são dez pessoas a menos internadas, do que os dados de 6 de abril.

O município tem hoje 2130 notificações de Síndrome Gripal Geral destas, 362 pessoas ainda estão em isolamento domiciliar e 519 foram descartados, porque não eram COVID-19, mas sim outro tipo de gripe, como H1N1, por exemplo. São Carlos tem 3 óbitos confirmados e dois suspeitos que estão sendo investigados. Em 6 de abril, pessoas com Síndrome Gripal eram 940 e estavam isoladas, 33 casos da doença haviam sido descartados e 11 óbitos eram apurados.

O gráfico mostra o número de casos confirmados e casos suspeitos em internação por data:

No terceiro gráfico podemos confrontar os índices de isolamento social nas datas em que o percentual ficou próximo dos 50%, verifica-se que, após 10 a 15 dias, o número de casos confirmados cresce consideravelmente. Vale lembrar que os sintomas da doença demoram em média esse tempo para aparecer, mas há também a pneumonia silenciosa que ainda desafia a medicina para ser diagnosticada com rapidez.

Os percentuais também evidenciam que como estamos com o isolamento social diminuindo desde o dia 2 de maio podemos notar que a curva de casos está crescendo com uma inclinação maior, onde concluímos que, se esse isolamento continuar a cair, a quantidade de positivados subirá, uma conclusão que parece óbvia, e de fato é, mas que precisa ser registrada para que a população tenha noção do que pode estar por vir a acontecer.

Porcentagem de isolamento social em São Carlos versus casos confirmados:

As pessoas tem se perguntado porque os bairros dos infectados não são divulgados, a reportagem questionou a Prefeitura por diversas vezes sobre esse dados e o governo municipal, ao contrário de outras administrações da região, simplesmente não fornece essas informações que normalmente estão à disposição da Vigilância Epidemiológica.