Corte de árvore atrás do Teatro Municipal gera comoção

Árvore foi cortada

O corte de uma árvore na rua Marechal Deodoro despertou indignação dos munícipes na manhã desta segunda, 21, em São Carlos. O exemplar estava localizado ao lado do Teatro de Arena.

Sobre o assunto, escreveu o jornalista e historiador de São Carlos, Cirilo Braga: Parem as máquinas! – A bela árvore que ficava ao lado do Teatro de Arena na rua Marechal Deodoro não alcançou o outono de 2022. Seu fim foi consumado hoje cedo, como registrou o meu colega Michel Carneiro, que costuma estacionar o carro na região. Tempos atrás, também de manhã, ele havia fotografado a árvore em seu esplendor na primavera. Imagina-se que deva haver algum motivo plausível para o corte. Com algum otimismo, supõe-se que, para compensar, ao menos uns dez exemplares de novas árvores vão ser plantados na cidade”.

Aqui a árvore em seu esplendor

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura para saber o motivo que levou a árvore a ser cortada deste jeito e recebeu a seguinte resposta: “Segundo a Secretaria de Serviços Públicos a CPFL  fez a poda de algumas árvores por estarem interferindo na fiação”.

Mas o interessante é que a fiação está do outro lado da rua e mesmo que a árvore estivesse pegando os fios, não seria melhor tê-la podada de outra forma, sem que a mesma fosse praticamente destruída?

Resposta da CPFL: A CPFL Paulista esclarece que não fez podas em árvores na rua Marechal Deodoro, em São Carlos, e que a responsabilidade pela realização do serviço é da Prefeitura Municipal.
A companhia realiza podas preventivas e emergenciais para livrar a rede elétrica e evitar riscos de danos à rede elétrica, que possam comprometer a segurança das pessoas e o fornecimento de energia. Para isso, critérios técnicos são seguidos para evitar agressões desnecessárias às árvores. Porém, neste caso, não foi feito esse trabalho.

AQUI A VERSÃO CORRETA SOBRE O CORTE DA ÁRVORE.

Fotos: Maurício Duch