COVID-19: Prefeitura promove fiscalização em supermercados de São Carlos

Fiscalização no fim de semana

A Força-tarefa composta pela Guarda Municipal, Departamento de Fiscalização, PROCON, Vigilância Sanitária e Polícia Militar intensificaram no último final de semana, as vistorias em supermercados e congêneres para verificar o cumprimento da orientação conjunta entre Ministério Público de São Carlos e a Prefeitura Municipal com as exigências estipuladas na ata de reunião do último dia 23 de dezembro, devido a fase vermelha do Plano SP em combate a Covid-19.

O cumprimento se deu após os representantes dos supermercados serem convocados para uma reunião no auditório do Paço Municipal, para reforçar o compromisso do cumprimento das exigências previstas nas legislações municipais e do Plano São Paulo, principalmente em relação ao controle de acesso e as normas sanitárias contra a disseminação da doença, disse o Coordenador do Comitê, Mateus de Aquino.

O Secretário Municipal de Segurança Pública e Defesa Social, Samir Gardini, informou que desde sexta-feira (25), as equipes de força-tarefa realizaram 23 vistorias, quatro supermercados foram devidamente orientados a cumprir as determinações e um deles notificado a encerrar as atividades por não vender produtos essenciais. Além dessas irregularidades, mais três comércios de atividades não essenciais foram notificados a encerrar as atividades não permitidas dentro da Fase Vermelha do Plano São Paulo, informou Gardini.

Segundo o Diretor do Departamento de Fiscalização Rodolfo Tibério Penela, os trabalhos de fiscalização continuam nesta semana, principalmente em relação ao cumprimento da sentença judicial, não só em supermercados como também, não permitir a realização de festas com grande aglomeração de pessoas sem as devidas licenças.

De acordo com a diretora do Procon de São Carlos, Juliana Cortes, o trabalho no controle de acesso e o cumprimento das normas sanitárias em supermercados e congêneres, são essenciais nessa época do ano. “Nessa época do ano muitas pessoas procuram os supermercados para as compras da ceia. É um trabalho conjunto de orientação, pedimos também, a conscientização das pessoas de irem aos supermercados sozinhas, não em grupos familiares, para evitarmos aglomerações e a exposição desnecessária nesses lugares”, orientou ela.