COVID: Caos na UPA da Vila Prado faz Secretário de Saúde implorar ajuda da população de São Carlos

Situação de caos em São Carlos

Por Renato Chimirri

O secretário de Saúde, Marcos Palermo, fez uma transmissão ao vivo no Facebook na noite desta quarta, 3, onde narrou um cenário de caos na UPA da Vila Prado devido à COVID-19. “Uma noite terrível, tivemos quatro pacientes aguardando leito de UTI, conseguimos transferir os quatro, dois deles gravíssimos e mais outros chegaram aqui com COVID”, disse.

Palermo narra um cenário de caos e faz a seguinte pergunta: “Até onde vamos chegar com isso? O que nós queremos para as nossas vidas, para os nosso idosos? Jovens e crianças?”

Segundo ele, não há vagas nos hospitais e a UPA precisou ter o oxigênio abastecido. “Precisei abastecer o oxigênio da UPA agora, porque não havia sustentabilidade para pacientes COVID e eles consomem um alto índice”, afirmou.

De acordo com o secretário, é o momento de se respeitar a situação, tomar cuidado, pois estamos perdendo a guerra para o vírus e ele está cada vez mais perto.  “Estamos perdendo pessoas amadas, os profissionais de saúde estão se desdobrando para tentar reverter situações, chegaram mais três pacientes aqui, uma senhora, por isso eu imploro para vocês se cuidem, porque não existe outra solução”, asseverou.

Marcos Palermo explicou que haviam sete pacientes COVID na UPA, sendo que cinco eram idosos. “Estamos matando nossos idosos, só há uma alternativa, o isolamento social neste momento, só saiam para o necessário, os jovens, vocês podem estar levando a doença para seus pais, seus avós, a situação é insustentável, acabamos de transferir quatro e chegaram mais três”, explicou.

Ele pediu o apoio da população, pois as pessoas estão chorando, o ambiente é desolador. “Para transferir esses pacientes foi uma luta, filhos aguardando, chorando, tivemos que brigar, peço a ajuda de vocês para podermos vencer, o pessoal da UPA aqui está assustado, o ginásio Milton Olaio está lotado, a Santa Casa cheia, o Hospital Universitário também, não importa se são daqui ou de outro lugar, está tudo completo e não temos local para reverter as pessoas”, explicou.

O vírus passará, disse Palermo, mas ao mesmo tempo ele novamente reiterou dando uma sentença assustadora: “Muita gente vai morrer! Não há como evitar a contaminação se vocês não se cuidarem”.

Abaixo você pode assistir a live: