COVID: Hoje um jovem de 30 em São Carlos, ontem uma mãe, antes um filho e um irmão em Ibaté

UPA faz parte do SUS

As sucessivas tragédias da COVID-19 continuam acontecendo em São Carlos, em Ibaté e em Araraquara e no resto do Brasil. A mais recente foi o falecimento do jovem Tiago Oliveira de apenas 30 anos na UPA da Santa Felícia, enquanto esperava por um leito de UTI, numa cidade abarrotada por internados pela doença e que vê casos se multiplicarem dia a dia porque parte da população parece que se esqueceu da gravidade que esse mal pode causar.

Tiago deixa toda uma vida pela frente, choramos todos nós, e nos compadecemos com sua família, por essa dor incalculável pela qual estão passando, a pandemia ceifou sonhos lindos desse rapaz e tem feito isso diariamente no Brasil com mais de duas mil mortes diárias e um governo incompetente que não foi capaz de comprar vacinas quando estas lhes foram oferecidas, hoje somos o palco da tragédia mundial, com23% dos óbitos da doença e 2,7% da população do globo terrestre, isso mesmo, a terra não é plana.

Ontem também faleceu uma senhora de Ibaté aos 58 anos vítima da doença, Dona Maria foi mais uma atingida por este vírus letal e destruidor de lares e para deixar essa situação ainda mais dolorida para todos, descobrimos que ela perdeu seu filho também para a pandemia de Coronavírus. Mais uma família desfeita e tanta dor e sofrimento espalhados por nossa região, nem lágrimas temos mais para chorar. Na mesma manhã, noticiamos o passamento de José Miguel Mendes, 56 anos, mais um paciente que aguardava UTI e que no transporte teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. Falei com sua irmã, que nem tinha mais palavras para dizer o que sentia, são perdas irreparáveis que jamais passarão.

De toda essa tragédia que se abate sobre a região de São Carlos é preciso tentar buscar alguma luz e ela está em novamente pedir que as pessoas se respeitem, façam o isolamento, usem máscara, higienizem suas mãos, não aglomerem, não façam festinhas, evitem jogos de esportes coletivos, respeitem os idosos e cobrem duramente as autoridades constituídas por vacinação, somente esse processo nos livrará da maior tragédia sanitária do século XXI.

As nossas unidades hospitalares continuam lotadas e as pessoas parecem que não estão se atentando para a gravidade do momento, por isso é hora de todos prestarem atenção à tragédia que vivemos, pessoas de 30 anos, sem comorbidades (doenças como diabetes e outros males) estão morrendo devido ao poder desse vírus devastador. Será que assim todos conseguem entender? Até quando vamos ignorar o momento difícil pelo qual passamos? Solidariedade a todos que perderam seus entes queridos.

Renato Chimirri

O jovem Tiago faleceu aos 30 anos e deixa uma cidade inteira de luto/Foto: Redes Sociais