COVID: Munícipe reclama do tempo de espera para atendimento durante à noite no Milton Olaio

Teste 'drive-thru' para coronavírus/Leopoldo Silva

Uma munícipe reclamou do atendimento noturno que está sendo oferecido no Centro de Triagem para Síndrome Gripal localizado no ginásio Milton Olaio Filho.

Segundo a jovem, falta pessoal e equipamento. “O ginásio Milton Olaio onde está ocorrendo as testagens para a COVID estava na noite de ontem com apenas 5 trabalhadores para atender inúmeras pessoas”, relatou.

A cidadã explicou que os trabalhadores estavam extenuados. “Os funcionários estão cansados e apenas uma médica, o tempo em média para ser atendido era de 9 a 10 horas, uma vergonha para o poder público que por sua vez não tem o mínimo de sensibilidade com a população”, reclamou.

Ela disse que este tempo grande de espera gera outros transtornos e também a possibilidade novas infecções. “Além do tempo de espera, o local oferece risco de novas infecções, pois são tantas pessoas no mesmo lugar e sem a higienização adequada. Durante à noite chegou a acabar o álcool em gel na porta de entrada e em todo momento não vimos reposição”, disse.