COVID: Vereador cobra medidas da Prefeitura diante do aumento de mortes e casos

Marquinho cobrou Prefeitura

Na sexta, São Carlos teve 8 mortes, ontem, 12, mais duas mortes

O vereador Marquinho Amaral que é o presidente da CPI da Saúde publicou ontem, 12, em suas redes sociais uma dura cobrança ao governo Airton Garcia no que diz respeito ao combate à pandemia de COVID-19 em São Carlos. “18 dias se passaram.  A CPI DA SAÚDE convidou o prefeito e o secretário da Saúde. Mostramos o caos que está o sistema.  Promessas foram feitas. Nada resolvido.  Hoje visitei o vice-prefeito (Edson Ferraz), ele sobreviveu, sofre e têm sequelas”, disse.

Segundo Marquinho, ele vê o sofrimento de seus pares na Câmara com a COVID. “O amigo vereador Lucão Fernandes, superou a terrível doença,  mas perdeu a esposa, o João Muller está salvo. Graças a Deus o destino  permitiu que os três tenham UNIMED, mas e os demais que sofrem no leito sem assistência, sem cobertor e sem um mentiroso e perdulário hospital de campanha, que não saiu da falsa e vergonhosa promessa do passado?”, questionou.

Ele cobrou mais uma vez a Prefeitura:  “A segunda e mentirosa promessa voltou a ser feita há 18 dias e nada foi realizado (se foi a CPI e a Câmara Municipal de São Carlos NÃO FORAM COMUNICADAS).  CHEGA DE PROMESSAS ou a Câmara toma atitude ou fecha suas portas.  Eu estou cansado de tanto blá, blá, blá.  Vocês não estão?”