Daniele Antoneli: Mãe, Enfermeira e Heroína

Enfermeira, mãe e cidadã: Daniele é exemplo

Por Renato Chimirri

Daniele Antoneli é profissional de saúde e neste momento atua na linha de frente de combate à COVID-19. Porém, além deste trabalho fundamental em meio à maior pandemia do século XXI, ela também é casada com o servidor Marcio Antoneli (motorista do Samu) e também é mamãe de cinco filhos. Neste dia 9, dedicado às mães, nós conversamos um pouco com Daniele e ouvimos suas impressões sobre essa verdadeira “maratona” que é sua vida. Confira:

São Carlos em Rede- Você tem cinco filhos, como é lidar com todas essas pessoas, cada uma diferente, com personalidade própria, em uma mesma casa?

Resposta: É complexo, mas muito gratificante! Cada um tem seu jeitinho de ser e sua personalidade, uns mais frágeis e outros mais independentes. O mais gratificante é ver a interação e o entrosamento de todos, que apesar das brigas “naturais” entre irmãos, acabam um ajudando o outro em suas necessidades. E isso se acentuou muito nesta pandemia, pois permaneceram mais juntos com todas as atividades on-line .

São Carlos em Rede- Como você vê a atuação da mulher hoje na sociedade? Ainda há muito preconceito e machismo “velado” especialmente no campo profissional?

Resposta- Cada dia mais vejo a importância da presença da mulher em todos os ramos  de atividades , pois tudo que fazemos é com amor e dedicação, pois a mulher, em tudo, coloca seu instinto maternal.  Em algumas situações ainda existem o preconceito, mas isso não me abala e nem me desestrutura, com meu jeitinho de ser vou driblando as situações.

São Carlos em Rede- Sabemos que seu papel na pandemia de COVID tem sido a linha de frente, hoje como você vê o momento da pandemia em São Carlos? Ela ainda lhe assusta?

Resposta- Quando estou querendo acreditar que a pandemia está passando, sou surpreendida com o aumento de pacientes infectados e com gravidade em seu quadro clínico. Ainda estamos vivendo um período muito crítico, pois a doença está cada dia mais presente e cada vez mais com gravidade, e isso me assusta demais, ainda temos muito para nos surpreender com ela, afinal durante todo esse tempo de pandemia não temos ideia de qual é o melhor tratamento para a doença.

São Carlos em Rede- Você perdeu amigos por causa do Coronavírus? Alguém da sua família teve a doença?

Resposta- Perdi sim! Vários, dos quais 4 me marcaram mais, pois eram praticamente da família. Isso acontece desde o atendimento inicial, até o diagnóstico, e nós vamos observando a evolução da doença e a vida se escapando pelos vãos dos dedos. Muitos pacientes se tornaram nossos amigos, pois a presença de sua internação conosco passava dos seus 5 dias, a angústia deles, incertezas e a dores eram compartilhadas conosco.  Não perdi ninguém da minha família direta. Alguns tios e primos tiveram a doença, mas com a graça de Deus não precisaram de internação.

São Carlos em Rede- Uma mãe e enfermeira quando sai de casa, especialmente neste período tão conturbado, tem receio de não voltar mais?

Resposta- Sempre, todos os dias, o tempo todo! E o medo maior é de trazer a doença para dentro de casa, para os nossos filhos.

São Carlos em Rede- Como será sua vida e a do Marcio, seu marido, quando seus filhos, num futuro próximo, seguirem seus respectivos caminhos e não morarem mais com vocês?

Resposta- Criamos nossos filhos para o mundo, procuramos em nossos ensinamentos passar os diversos valores, dentre eles o amor, o respeito e a fé cristã. Esperamos também que a nossa casa nunca esteja vazia, mas sim sempre cheia de netos! (Finalizou sorrindo como é habitual!)