Dengue: número de casos em Ibaté se mantém estável

Vista parcial do Jardim Icarai e CDHU em Ibaté: município manteve praticamente o mesmo número de casos de Dengue no último mês

Desde o início do mês de julho o número de casos confirmados de Dengue
em Ibaté está estável. Segundo dados da Vigilância Epidemiológica do
município, divulgados nesta quinta-feira (23), Ibaté tem 24 casos
confirmados da doença, mantendo praticamente o mesmo número no último
mês.

Os bairros com maior incidência da doença são Jardim Cruzado (9), Jardim
Icarai (3), São Benedito (2), Centro (2) e CDHU (2). Apesar da situação
controlada no município, a Prefeitura, por meio da Vigilância
Epidemiológica, continua realizando campanha de orientação contra o
criadouro do mosquito aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zika e
Chikungunya.

Paula Salezzi Fiorani, coordenadora da Vigilância Epidemiológica,
reforça que eliminar criadouros ainda é a forma mais eficaz de combater
o aedes aegypti. “Importante lembrar que o ciclo de vida do mosquito é
de 7 a 10 dias. Por isso, se tirarmos 10 minutos por semana para
realizar as ações recomendadas conseguiremos eliminar os focos”.

As ações para eliminar criadouros devem ser constantes e realizadas
pelos moradores de  todos os bairros, mesmo aqueles que não tenham casos
registrados.  O prefeito José Luiz Parella ressaltou a importância do
comprometimento de todos para evitar a doença. “Se cada morador cuidar
para que não tenha criadouros do mosquito em sua casa e em seu quintal,
a cidade toda estará protegida. Ibaté está fazendo um bom trabalho e
queremos melhorar ainda, com a ajuda de todos”.

Os principais cuidados que devem ser tomados são: manter a caixa d´água
sempre fechada, guardar garrafas de cabeça para baixo, furar  vasos e
pratos de plantas ou encher de areia até a borda, deixar as calhas
d´agua limpas de folhas, galhos e sempre desobstruídas, efetuar
tratamento adequado em piscinas com cloro, fechar com tela e adicione
sal ou água sanitária, semanalmente, em ralos e canaletas.