Depois de cinco meses, carne vermelha volta a ser entregue nas escolas municipais

Paraná é secretário de agricultura

A Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento, pasta responsável pela aquisição e distribuição de produtos para a merenda escolar, retomou nesta terça-feira (16/4), a entrega de carne vermelha para as escolas da rede municipal de ensino. A última entrega de carne vermelha foi em novembro de 2018.


Estão sendo entregues pela empresa vencedora do processo licitatório, nesta terça-feira, 1.540 Kg de patinho em cubos, 755 Kg de patinho em tiras. O estoque é para 1 semana. Fazem parte da rede 9 Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBS), 48 Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIS), 1 Escola de Educação de Jovens e Adultos, além 13 unidades escolares conveniadas.


Frango, peixe e ovos estão sendo entregues normalmente nas escolas do município já que para esses itens existe uma ata de registro de preços em vigência.

Licitação carne vermelha – A Comissão Permanente de Licitações realizou no dia 11 de fevereiro de 2019, em sessão pública, a abertura dos envelopes de documentação das empresas que protocolaram as propostas para o Pregão Presencial Nº 26/2018, Processo Nº 22429/2018, sobre a aquisição de carne vermelha para a merenda escolar. Após a sessão para a análise dos atestados e amostras apresentados pelos licitantes de melhor oferta, a empresa OESA foi declarada vencedora de 4 dos 6 lotes previstos no processo.


A homologação ocorreu no dia 7 de março de 2019 e a empresa ficou responsável pelo fornecimento de 30.000 Kg de patinho em cubos, 34.000 Kg de patinho em tiras, 3.200 Kg de coxão mole em cubos, 12.000 kg de lagarto/peça, 3.200 kg de patinho/peça e 4.200 Kg de paleta/peça. O contrato com a empresa tem validade até 21 de março de 2020.


Segundo o secretário de Agricultura e Abastecimento, Paraná Filho, a pasta já está providenciando os orçamentos para a abertura de nova licitação referente aos 2 lotes fracassados. “Já estamos trabalhando já que nesses lotes estão previstos outros tipos de carne vermelha, como carne moída em forma de hambúrguer e almôndegas. Acreditamos que dessa forma regularizamos a situação de vez”, aposta Paraná.