Depois de reunião, Airton Garcia e Edson Ferraz fazem pronunciamento sobre a situação da COVID na região de São Carlos

Reunião na Prefeitura

O prefeito Airton Garcia acompanhado do vice-prefeito Edson Ferraz, realizou na noite desta sexta-feira (05/03), uma reunião online com prefeitos e representantes da região coração, onde São Carlos disponibiliza leitos para a Covid-19. O encontro serviu para um alinhamento técnico com relação a situação crítica dos hospitais da cidade devido a preocupante ocupação dos leitos de UTI/SUS para a COVID-19.

A reunião teve representantes das cidades de Ibaté, Dourado, Descalvado, Ribeirão Bonito e Porto Ferreira. Na ocasião foi apresentado a  situação da lotação de leitos de UTI da Santa Casa e do Hospital Universitário (HU), assim como as dificuldades enfrentadas pelas instituições e pelo município diante do número elevado de pacientes internados por conta da pandemia.

“Sabemos a realidade dos Hospitais e das UPAS diante a pandemia e já temos uma cobrança social devido à espera de leitos de UTI, isso nos assusta e nos deprime, mas é a nossa atual realidade. Espero que essa união na busca de uma solução faça a diferença, já que estão previstos dias mais difíceis no enfrentamento da Covid-19. Sendo assim, temos que debater juntos essa situação e encontrarmos o quanto antes uma solução”, enfatizou Mateus de Aquino.

De acordo com o provedor da Santa Casa, Antônio Valério Morillas Júnior, o hospital hoje trabalha com seu limite máximo tendo 100% dos leitos de UTI ocupados por pacientes infectados pelo coronavírus. “Mesmo que se amplie o atendimento com novos leitos, a dificuldade no atendimento pela Santa Casa se estende aos recursos humanos e na escassez de insumos e equipamentos. Posso dizer que essa pandemia é a pior crise na área da saúde de todos os tempos”.

Da mesma maneira, a gerente de atenção à saúde do Hospital Universitário (HU), Valéria Gabassa, salientou que por mais que eles estejam preparados para a pandemia, nos últimos dias a contaminação cresceu de forma rápida e assustadora. “No começo o HU conseguiu se organizar com o número de leitos, apesar da gente prever transformar alguns leitos de pediatria e de adultos com ventilação, não temos mais capacidade de expandir o nosso atendimento, nossas equipes estão no limite de horas extras, exaustão e até demissão. Precisamos de uma solução rápida e resolutiva, para não chegarmos em um cenário mais grave”.

Durante a reunião, o vice-prefeito Edson Ferraz afirmou aos representantes dos municípios pertencentes à região coração, que o encontro foi necessário para que todos possam colaborar com os hospitais, mesmo que seja para o atendimento em leitos de enfermaria, já que São Carlos não comporta mais receber pacientes da cidade e da região. “Após uma reunião com a Santa Casa e o HU, chegamos até a pensar em transformar uma das UPA’s em um local para atender os pacientes contaminados pela Covid-19, mas isso também não será o suficiente. Sendo assim, estamos propondo como alternativa montar uma rede com os hospitais da região, já que cada cidade já tem uma estrutura montada, ou seja, uma junção de forças a nível regional para salvarmos vidas”, disse o vice-prefeito Edson Ferraz.

A partir da proposta, os representantes das cinco cidades que junto com São Carlos compõem a região coração foram compreensivos com o momento da pandemia, prevista para se agravar ainda mais nos próximos 15 dias. Apesar de terem uma infraestrutura considerada pequena, todos se propuseram a ajudar, em especial na oferta de leitos de enfermaria, evitando que o quadro de gravidade de pacientes evolua para uma internação em leitos de UTI.

Presente na reunião, a diretora do Departamento Regional de Saúde (DRS III), Sônia Regina de Souza, acrescentou que a região de Araraquara, a qual São Carlos também pertence, tem a previsão de ampliar 65 leitos, porém esses números não serão suficientes. Para ela, a iniciativa do prefeito Airton Garcia e de seu vice Edson Ferraz em unir forças com outros municípios é de grande importância. “Essa disponibilidade é uma característica de toda a região coração, agora basta essa união ser colocada em prática. Não tenho dúvida desta excelente postura e iniciativa de São Carlos, nós como Departamento Regional de Saúde apoiamos a iniciativa e faremos o que for necessário para trazer mais investimentos em saúde para essa região.”

Por sua vez, o prefeito Airton Garcia agradeceu o empenho de todos e lembrou que não só São Carlos, como todas as cidades da região, não podem esperar mais e devem se unir e encarar com seriedade este momento. “Temos que unir forças e tomar todas as medidas necessárias diante da gravidade da Covid-19 não só agora, como também no que ainda está por vir. É muito melhor a gente pecar pelo excesso do que pela falta de atendimento”, disse o prefeito Airton Garcia.

Além de representantes de hospitais e dos municípios pertencentes à região coração, também estavam presentes na reunião online o vereador e presidente da Câmara Municipal, Roselei Françoso, o vereador e presidente de comissão de saúde da Câmara, Lucão Fernandes, a vereadora Cidinha do Oncológico e o vereador Sérgio Rocha.

Lucão Fernandes, vereador e presidente da Comissão de Saúde da Câmara, avaliou o encontro como oportuno pela situação atual que vivem as cidades. “Precisamos de união, somente assim vamos enfrentar essa segunda onda da pandemia. Se cada município conseguir tratar os pacientes de média complexidade nas enfermarias da suas redes de saúde, vamos conseguir atender mais pacientes em situação mais grave”, pontuou o vereador.

“Nós como representantes da Câmara Municipal, deixamos o nosso apoio para todos os municípios, para juntos, enfrentarmos essa doença da melhor forma possível”, concluiu o presidente da Câmara, Roselei Françoso.