Djalma se reúne com Airton Garcia e Edson Ferraz

O vereador Djalma Nery com o prefeito Airton Garcia, o vice Edson Ferraz e os assessores parlamentares Edineide Morais e Eduardo Albertin

O vereador Djalma Nery (PSOL) reuniu-se com o prefeito Airton Garcia e o vice-prefeito Edson Ferraz nesta terça-feira (5), na Prefeitura, para conversar sobre temas importantes da pauta municipal que estão na alçada de decisão e ações do poder público. Foram abordadas questões relacionadas a enchentes, emprego, auxílio emergencial, compostagem e coleta seletiva, situação da educação e da guarda municipal, projetos culturais, mercadão, reforma agrária, situação do acampamento Capão das Antas, entre outros. Na reunião, o vereador esteve acompanhado de Edineide Morais e Eduardo Albertin, membros do Mandato Popular Coletivo e assessores parlamentares.

“Tivemos uma conversa produtiva, assertiva e franca, sem nos furtar a expor divergências, mas concentrando-nos especialmente nas convergências, que visam melhorias concretas na vida da população – que é o que importa”, informou Djalma. “Saímos de lá com muita informação e vários compromissos de parte a parte e certamente nos próximos dias iremos dar os devidos encaminhamentos com cada um dos segmentos com os quais estamos dialogando e articulando”, acrescentou.

Sobre o início dos trabalhos de seu gabinete na Câmara Municipal, Djalma Nery disse que “representatividade, competência técnica e alinhamento político” são os atributos que caracterizam o grupo “diverso, heterogêneo e plural”.

“Mesmo neste micro cosmos buscamos incorporar diversas trajetórias e experiências”, destacou. “Somos homens e mulheres, de jovens à jovens a mais tempo, negros e negras, pessoas com deficiência, LGBTs, professores, estudantes, pesquisadores e muitas coisas mais. Nós somos os sujeitos da história, nós movemos o mundo. Que possamos então decidir, participar e ser ouvidos”.

O parlamentar se declarou “muito animado e emocionado com esse começo de ciclo”. Assinalou que “para além de toda diversidade, temos uma coisa absolutamente em comum: somos cinco socialistas, somos trabalhadores e dispostos a lutar com todas as forças por uma sociedade mais justa, fraterna e igualitária”.

O Legislativo, conforme acentuou “pelo próximo período esse será um de nossos fronts de luta, onde fincamos uma importante bandeira. Estaremos presentes a partir de agora, no plenário, nos corredores, nos gabinetes. Fiscalizando, debatendo, pensando e elaborando leis para transformar concretamente a vida das pessoas”.