Doria anuncia vacinação de idosos contra a COVID-19 no Estado de SP

Doria anunciou vacinação

O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta sexta, 29, que mais 1,8 milhão de doses de vacinas Coronavac foram entregues ao Ministério de Saúde. Deste lote, 410 mil doses ficarão em SP, conforme a proporcionalidade. “Com esse novo lote serão imunizados todos os profissionais de saúde que compõem a 1ª fase do programa, além indígenas, quilombolas e moradores de casas de repouso”, afirmou.

De acordo com Doria, 80% das vacinas presentes no Brasil atualmente foram desenvolvidas pelo Butantan. “O Estado de SP começa a vacinar idosos em fevereiro. Idosos acima de 90 anos começam a ser vacinados no dia 8 e no dia 15, acima de 85 a 90 anos. Serão 515 mil pessoas”, confirmou.

Doria afirmou que pessoas acima de 60 (e assim sucessivamente) também estão na escala de prioridade para a vacinação, tudo será feito de maneira organizada e teremos o anúncio de maneira gradual pela Secretaria de Estado de Saúde, pois um a cada três idosos que tiveram COVID em São Paulo acabaram falecendo.

O governador quer incluir todos os grupos o mais rápido possível na vacinação, mas precisa que o Ministério da Saúde cumpra sua parte e compre as vacinas do Butantan. “O Governo Federal tem que cumprir sua parte e trazer as vacinas que prometeu e não trouxe até agora”, disse.

Os insumos para novas vacinas chegarão na próxima terça-feira oriundos da China. Doria também revelou que SP não terá carnaval. “Em SP, não haverá o Feriado Carnaval, o ponto facultativo tradicional nos dias de carnaval será cortado, isso é para evitar que reuniões e aglomerações sejam realizadas em praias, festas e assim aumentar a expansão da COVID-19”, finalizou.