E hoje eu perdi meu melhor amigo…

15 anos bem vividos

E hoje você se foi. Foram 15 anos de amor, carinho, doação, amizade e alegria. Você foi o maior presente que eu tive ao lado da Maria Antonia. Lembro como se fosse hoje o dia em que te busquei na Arca de São Francisco e o rapaz disse que você era o mais amigo, o melhor companheiro.De fato, tudo foi verdade, você sempre foi o meu melhor companheiro, a simbiose entre homem e cão nunca foi tão perfeita quanto entre a gente. Todos diziam que você tinha encarnado a minha personalidade, eu sempre fui um devoto teu, sempre me preocupei com os mínimos detalhes, eu sempre procurei lhe atender da melhor forma possível.

A dor que eu sinto hoje, ninguém pode sentir, a saudade que tenho agora corta meu peito, rasga meu coração, se eu pudesse, eu morreria no seu lugar, daria tudo o que tenho para que você ficasse aqui, afinal suas patinhas por onde passaram deixaram amor e sensibilidade. Eu te amo tanto que até dói, eu não tenho nem palavras para dizer o que sinto, eu só sei chorar, chorar e chorar.

Meu único consolo, meu amor, é que você teve seu sofrimento abreviado e eu espero que um dia eu possa lhe encontrar novamente. Eu te amo até o fim dos meus dias, NENHUM outro cachorro será como você. Para sempre, meu Indião Josétinha! Até o fim! Ao infinito e além e que eu tenha entendimento para suportar essa dor tão profunda. Vai com Deus, Chulita!

Por Renato Chimirri