Edinho e Doria anunciam investimento de R$ 15 milhões em Araraquara

Investimentos em Araraquara

Em solenidade realizada na tarde desta quinta-feira (16) no Centro Internacional de Convenção Dr. Nelson Barbieri, no CEAR, o prefeito Edinho e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), assinaram os documentos de autorizo para a modernização de vicinal e recursos em infraestrutura urbana que contemplará a cidade de Araraquara e região. O investimento é de de R$ 15.482.002,25, sendo R$ 12.482.002,25 destinados às obras de modernização da Estrada Vicinal ARA-134, que, dentro do programa estadual ‘Novas Estradas Vicinais’, será pavimentada e se tornará uma ligação entre a SP 310, a Estação do Ouro e a SP 255, e R$ 3.000.000,00 com o objeto de executar obras de pavimentação em diversos bairros da cidade.

O prefeito Edinho valorizou o anúncio da vinda dos recursos. “São duas obras muito importantes. Uma porque vai interligar a SP 255 à Washington Luís, em uma estrada de terra que já é muito usada, e a outra também muito importante para continuarmos a recuperar a pavimentação asfáltica de Araraquara. São investimentos importantes, que mostram uma capacidade de diálogo, de trabalho conjunto da Prefeitura com o governo do estado, colocando os interesses do povo de Araraquara acima de quaisquer outros interesses. É isso que queremos para Araraquara, para o estado de São Paulo e para o Brasil, que haja diálogo entre todas as forças políticas, colocando o interesse do povo acima de todos os outros.

Parceria acima de posições partidárias

Durante a solenidade, Edinho agradeceu ao governador João Dória pelo apoio que Araraquara recebeu durante a pandemia da Covid-19. “Nenhum de nós, quando tomou posse, tinha um manual de como enfrentar uma pandemia. Nós, prefeitos e prefeitas, vereadores e vereadoras, tivemos que construir caminhos, e o senhor, governador, também teve de construir um caminho. Em São Paulo, o senhor escolheu o caminho da ciência, da racionalidade, da medicina, e enfrentou momentos difíceis. Nós, prefeitos e vereadores, também tivemos que optar pela ciência porque é como se estivéssemos em uma imensa tempestade e a ciência fosse o nosso farol, a única luz que tínhamos para nos guiar. E foi assim que foi feito”, lembrou o prefeito.

Para Edinho, o momento exige uma união de forças em prol da população. “A prática é o que educa, é o que transforma a cultura, que transforma a mentalidade, que constrói a consciência, muito mais do que discurso. E no momento em que se estimula o ódio e a intolerância e que as pessoas não conseguem sequer sentar em uma mesa e conversar porque pensam diferente e se tornam inimigas, essa intolerância estimulada vem dividindo amizades, dividindo famílias. Eu sou prefeito de um partido que nunca teve proximidade com o senhor, e o senhor vem aqui anunciar investimento na minha cidade. A sua prática fala mais do que as palavras. A sua prática mostra qual é o Brasil que nós queremos, que é o Brasil que seja republicano, que seja efetivamente democrático, que as pessoas convivam com as divergências, convivam com o pensamento diferente. É possível governarmos, independente de opção partidária, em prol do povo, sem ódio, sem agressividade, sem estimular que as pessoas se agridam pelas ruas”, concluiu.

Em seu discurso, João Dória também elogiou a atuação do prefeito de Araraquara e reforçou a necessidade de uma união de esforços. “Eu sou um profundo admirador do Edinho e nunca nos colocamos antagonicamente, nem mesmo antes da política. Antes mesmo de eu entrar na política e o Edinho, já na política, nós já dialogávamos muito bem. Ele já sabia das posições que eu advogava e eu já sabia das posições que ele defendia. Isso nunca nos inibiu de nos falarmos, de nos respeitarmos e de nos relacionarmos. Essa é uma política adulta, essa é a política que desejamos para o Brasil, sem confrontos, sem ataques, sem rancor. As pessoas podem ter posições diferentes, aliás, ainda bem que moramos em um país onde as pessoas ainda podem ter posições diferentes, porque isso chama-se democracia”, declarou.

Para o governador, São Paulo é um modelo a ser seguido no que diz respeito à parceria entre Estado e municípios. “Aqui em São Paulo estamos dando exemplo de capacidade de gestão do município, do Estado e daquilo que interessa à população. A população quer diálogo, quer entendimento, quer obras, quer serviços, quer saúde, quer educação, quer habitação social, quer proteção social, quer proteção ambiental e quer a oportunidade de resgatar os empregos que foram perdidos e a renda que se foi. Quanto melhor for a ordenação nessa ligação entre estados e municípios, seremos mais fortes e vamos gerar mais empregos”, finalizou.

O Secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholi, também lembrou da parceria entre Araraquara e o governo estadual durante o ápice da pandemia. “Não teve um dia naquele período em que o governador Doria não me perguntava como estavam as coisas aqui em Araraquara. Lembro de um dia que ele pediu que viéssemos aqui para uma reunião que foi tão importante para aquele período de superação. E foi superado. Estamos superando e agora olhando para aquilo que chamamos de um novo tempo aqui no estado de São Paulo”, mencionou.  

O evento contou ainda com a presença de Alexis Fontayne (deputado federal/Novo-SP), Geninho Zuliani (deputado federal/DEM-SP), do presidente da Câmara Municipal Aluísio Boi (MDB) e os vereadores Thainara Faria (PT), Fabi Virgílio (PT), Paulo Landim (PT), Filipa Brunelli (PT), Emanoel Sponton (Progressistas), Guilherme Bianco (PCdoB), Hugo Adorno (Republicanos), Rafael De Angeli (PSDB), João Clemente (PSDB), Gerson da Farmácia (MDB), Lucas Grecco (PSL), Marcos Garrido (Patriota), Marchese da Rádio (Patriota), Carlão do Jóia (Patriota), Edson Hel (Cidadania), Damiano Neto (vice-prefeito e secretário do Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo), o ex-deputado Roberto Massafera, secretários e coordenadores municipais, Jeferson Yashuda (diretor do Departamento Regional de Saúde), além de prefeitos e vereadores de municípios da região e outras autoridades.