Em ato heroico, PMs não medem esforços para socorrer jovem em São Carlos

Uma imagem que nos deixa tristes

A PM atendeu uma ocorrência neste sábado, 9, por volta das 4h43 da madrugada que se tratava de uma tentativa de suicídio. Quando chegaram ao local, depois de contato com pessoas de um conjunto de quitinetes, viram, por uma janela de banheiro, a vítima toda machucada e precisando urgentemente de socorro.

Eles não tiveram dúvidas, pularam janelas e conseguiram chegar até o rapaz que estava ferido, usaram roupas no local para estancar o sangue em seus braços e acionaram o Samu que é o referenciado para este atendimento para que assim o jovem pudesse ter o socorro necessário.

Aqui não vou dar o endereço de onde isso ocorreu (não precisa, mesmo!), mas apenas agradecer aos Policiais Militares que demonstraram grande apreço pela vida humana, pelo semelhante que estava passando por um momento muito complicado em sua vida e eles não mediram esforços para que o rapaz pudesse ser salvo e fosse encaminhado para o atendimento necessário.

Não cabe a nenhum ser humano julgar as atitudes de outra pessoa, mas sim é dever ficarmos atentos aos sinais e estender a mão quando notarmos que uma situação extrema como essa pode acontecer. Neste mundo atual o cenário da Pandemia de COVID-19 está mexendo com a cabeça de milhões de pessoas e vemos especialistas sempre falarem que a saúde mental também tem sido muito prejudicada pelo necessário isolamento que o momento pede.

Porém, os militares não tiveram dúvidas, agiram dentro daquilo que a sociedade lhes pede, para salvaguardar a vida de uma pessoa que estava indefesa naquela hora e não mediram esforços para isso. É importante para a sociedade são-carlense saber que a PM local teve essa atitude em uma situação que exigiu destreza, preparo e acima de tudo muito “sangue frio” para que se pudesse ajudar quem mais estava necessitando.

Assim como a imprensa, a PM também tem suas falhas, eu como repórter e cronista tenho as minhas, você que lê o texto tem as suas e todos nós somos passíveis de críticas, mas não podemos nos calar quando uma atitude deste nível é perpetrada pelos policiais militares. Eu não sou nada para falar, mas sugeriria uma medalha a eles, pelo esforço por uma vida. A vida vale muito, seja de quem for, de um homem, de um bichinho de estimação, o valor de um ato em torno de sua preservação deve ser celebrado efusivamente e hoje os militares de São Carlos foram anjos na vida de alguém. Claro que esse não é o primeiro episódio, outros já ocorreram, mas vale a pena fazer o registro em nome de se espalhar mais amor ao próximo em nossa sociedade.

Deixo aqui o nome dos valorosos policiais que participaram da ocorrência: Cabos Miguel, Vale com o apoio da Tenente Elizabete, do soldado Flavio, Sargento Delbue, Cabo Lourival, Cabo Fernanda e Soldado Trindad. Todos são comandados em São Carlos pelo Capitão Renato Gonazeles.

Fica aqui os sinceros cumprimentos e agradecimentos por esse trabalho para valorizar a vida e desejamos a pronta recuperação do rapaz que passou por esse problema tão sério.

Renato Chimirri