Em córrego canalizado, Prefeitura encontra celular, carregador, espelho, perfume e placas de carro

Placas encontradas

A Prefeitura realiza a limpeza das galerias do Córrego do Simeão na Baixada do Mercado com o objetivo de auxiliar no combate às enchentes neste ponto de São Carlos. O Simeão é um córrego que foi canalizado e desce em paralelo com a avenida São Carlos passando por baixo do Cedrinho, indústrias Giometti, Pernambucanas, Casas Bahia e um complexo de lojas do centro comercial. Sempre que uma chuva volumosa atinge a cidade, o Simeão transborda e enche estes locais citados anteriormente, por isso o trabalho de limpeza visa mitigar o problema. Vale ressaltar, que a canalização Simeão suscita discussões, muitos técnicos acham que o córrego jamais deveria ter sido canalizado, assim como a região da Baixada necessitaria de uma urbanização planejada e não desenfreada como ocorreu.

A reportagem apurou que diversos pertences foram encontrados nas galerias durante a limpeza, dentre eles: carregador de celular, aparelho celular, perfumes, espelho e placas de carro que provavelmente entraram neste local devido as cheias que ocorrem com frequência por ali.

O córrego do Simeão nasce na região da Praça Itália dentro do bairro conhecido como Lagoa Serena. Na Cooperativa de Lacticínio (Rua José Bonifácio) existe um ponto de abastecimento direto da nascente, onde a população buscava água.

O córrego está totalmente canalizado sob a Rua Episcopal (há apenas uns 100m destamponado dentro da Faber-Catell), desembocando no Córrego do Gregório na sua margem esquerda, na região do mercado (rua Episcopal).