Em São Carlos, alguns desrespeitam e não entendem o sentido da quarentena

A quarentena foi imposta no Estado de SP e também em São Carlos com o objetivo de promover o distanciamento social e assim quebrar o contato entre as pessoas e a própria propagação do vírus causador da COVID-19 ou Coronavírus.

O que pressupõe a quarentena? Ficar em casa, sair apenas para o básico, evitar o contato, o toque em outras pessoas, não receber, por exemplo, em conversas, gotículas de saliva que podem estar contaminadas com o Coronavírus e assim diminuir os vetores de transmissão da doença, por isso bares, clubes e algumas empresas estão fechadas. Como já havia dito em publicação anterior, sem a quarentena, uma pessoa estava passando o vírus para seis e assim por diante, mas o isolamento derrubou isso para menos duas, ou seja, está dando resultados e se persistirmos poderemos vencer e retomar nossa vida em breve.

No entanto, parece que algumas pessoas em São Carlos ainda não entenderam o sentido da quarentena. No dia de ontem, 31, vi gente até em grupinhos fazendo caminhadas em parque e pistas, nas marginais e em outros espaços públicos, muitos estavam sentados um ao lado do outro em bancos conversando sobre a vida, mas se esqueceram que é justamente este tipo de contato que o Coronavírus procura, ele é um inimigo silencioso que aproveita deste tipo de distração num momento de guerra para infectar pessoas. Caminhar, não está proibido, mas em grupos não é o indicado.

Na Marginal da Educativa, na tarde de ontem, vi famílias com crianças, dois filhos, bicicleta e cachorro passeando, gente sentada numa praça com som alto e batendo um papão. Eu sei que o isolamento social é chato e que somos seres políticos e que gostamos de conversar por natureza, mas o momento grave pelo qual passamos pede justamente esse cuidado com você e com os outros.

Não podemos nos tornar uma Itália, uma Espanha ou os EUA onde corpos estão sendo empilhados, hoje vivemos um momento em que podemos observar o exemplo dos demais países e dar um basta na pandemia, por isso é importante ficar em casa, sair somente se for necessário para comprar remédios e alimentos e nada mais.

Os técnicos estão dizendo que os infectados que aparecem no Brasil neste momento são o reflexo de 15 dias atrás, ainda antes do isolamento social, e que os reflexos do nosso esforço de agora serão sentidos também depois de duas semanas. Não podemos esmorecer para que depois tenhamos resultados desastrosos. O Coronavírus pode matar e não mata somente idosos, mas gente saudável e jovem também, então por que desrespeitar as recomendações da Organização Mundial de Saúde?

O governo estadual prevê a quarentena até 7 de abril, porém sinto que isso deverá ser prorrogado até pelo menos o dia 20 (é apenas um sentimento, não tenho informação sobre isso) e acho que São Carlos deveria acompanhar essa lógica.

Será que os são-carlenses só irão perceber a importância de se respeitar o distanciamento quando alguém próximo a você morrer? Quantos corpos São Carlos precisará contar para respeitarmos o distanciamento social por mais alguns dias?

A pandemia é séria e começa a atingir os mais pobres, ou seja, a maioria de nossa sociedade. É hora de cuidarmos de nossa saúde!

 

Renato Chimirri

Imagem de congerdesign por Pixabay