Enchentes na Baixada do Mercado são causadas por urbanização descontrolada

Enchentes: capítulo antigo da história de São Carlos

Da Fundação Pró-Memória 

Na região da baixada do mercado Municipal, encontra-se o rio Gregório com aproximadamente 18,9 km² de extensão. O rio foi batizado com este nome porque, segundo a tradição, morava nas margens do córrego um homem chamado Gregório.
Com a rápida urbanização do município, a estrutura do rio foi sendo modificada, fazendo com que a vazão de água fosse prejudicada. Várias enchentes no centro comercial de São Carlos foram registradas ao longo da história. Já no ano de 1930, segundo a memorialista Maria Christina Girão Pirolla, houve uma enchente que deixou várias famílias desabrigadas e causou mortes. A urbanização descontrolada a partir dos anos 1940, só agravou as taxas de alagamento na baixada do mercado, história que ainda se repete.

Para saber mais leia “Urbanização e impactos ambientais: histórico de inundações e alagamentos na bacia do Gregório, São Carlos – SP” de Heloisa Ceccato Mendes no link http://www.teses.usp.br/…/…/18139/tde-08032016-111641/en.php

Imagem: Efeitos da enchente na Rua Geminiano Costa, c.1970. Acervo APH-FPMSC

#PraCegoVer foto em preto e branco com filtro sépia. A foto mostra uma rua alagada, onde um homem, de costas, anda pela enxurrada com as pernas das calças dobradas.