Escola Estadual “Dr.Álvaro Guião” completará 107 anos neste dia 22 de março

Fachada da Escola Estadual “Dr.Álvaro Guião”, que aniversaria nesta quinta-feira,22 de março

Na próxima quinta-feira (22), a Escola Estadual Dr.Álvaro Guião completará 107 anos, que serão celebrados pela comunidade escolar com atividades culturais, educacionais e de lazer, inclusive com bolo comemorativo nos três períodos de funcionamento da escola mais tradicional da cidade.

“A Escola Normal Secundária, sem dúvida se constituiu na célula mater do dinâmico centro universitário e pólo científico constituídos na cidade ao longo do século passado”, afirma o professor e vereador Azuaite França, ao cumprimentar a direção, os professores, alunos e funcionários do estabelecimento. “Se São Carlos é hoje reconhecida como a Capital do Conhecimento este título se deve ao ambiente de estímulo à educação e à cultura, instalado com inauguração dessa escola”, acrescenta.

 Azuaite é autor de moção de congratulação dirigida à EE “Dr.Álvaro Guião”, atualmente sob a direção da professora Rita de Cassia Baffa Gonçalves e com cerca de 1800 alunos matriculados no ensino fundamental (à tarde) e médio (manhã e noite). A Escola mantém também o Centro de Estudo de Línguas (CEL) no período noturno e aos sábados pela manhã.

Entre as atividades que serão desenvolvidas no dia 22 de março (data que rememora a aula inaugural em 1911), estão incluídos concursos de poesia e de desenho, nos quais serão premiados os melhores trabalhos de alunos de cada período.

Atualmente, entre os destaques nas ações da Álvaro Guião estão as parcerias implantadas pela direção, voltadas a aprimorar o conhecimento de seus alunos e prepará-los para o vestibular. A cooperação de cursos pré-vestibulares possibilita a realização de oficinas de literatura no Anfiteatro da escola. Também está programada a realização de simulado  das provas de vestibular no final do segundo semestre.

A escola é patrimônio histórico da cidade e teve o prédio tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat) no dia 7 de novembro 1985. A escola foi precursora das faculdades de filosofia, formando professores para Grupos Escolares e demais escolas para formação de professores. Inicialmente foi instalada no prédio da rua José Bonifácio, hoje, Escola Estadual Eugênio Franco.

Em 1913, foi lançada a pedra fundamental do novo edifício, inaugurado em 18 de novembro de 1916. O imponente prédio, cujo projeto foi elaborado pelo arquiteto alemão Carlos Rosencrantz e a construção ficou a cargo de verdadeiros artistas do ramo, o engenheiro Dr. Raul Porto e o mestre de obras Torello Dinucci . O edifício de estilo eclético, apresenta elementos de influência art noveau e neoclássico.

Em 1939, a escola foi denominada “Dr. Álvaro Guião” em homenagem ao então secretário estadual da Educação e Saúde Pública, vítima de um acidente de aviação. Inúmeras gerações de são-carlenses frequentaram a escola, considerada modelar, o que tornou seu nome muito conhecido pela população da cidade.