Estado confirma empenho para a construção de quatro escolas em São Carlos

Comitiva esteve em SP

Renilda Perez de Lima assumiu o cargo ocupado anteriormente por Rossieli Soares

A secretária municipal de Educação de São Carlos, professora Wanda Hoffmann e o chefe de gabinete da Prefeitura, José Pires (Carneirinho), a pedido do prefeito Airton Garcia, se reuniram na tarde desta quarta-feira (18/05), na capital paulista, com a nova titular da pasta da Educação no Governo do Estado, Renilda Perez de Lima.


A pauta da reunião incluiu os recursos já solicitados ao então secretário Rossieli Soares Rossieli Soares
para a infraestrutura física no município envolvendo ampliações de unidades escolares da rede municipal de ensino. “Retomamos as tratativas para a ampliação dos Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIS) Paulo Freire, Bento Prado de Almeida Ferraz Júnior e Maria Luiza Perez e para construção de um novo prédio para o CEMEI Dionísio da Silva, localizado no distrito de Santa Eudóxia. A secretária estadual e o coordenador de Infraestrutura de Serviços Escolares, Erick Tagawa, localizaram as reivindicações e prometeram empenho para atender o município”, explica Wanda Hoffmann.


O chefe de gabinete da Prefeitura e a secretária de Educação também confirmaram com Renilda Perez de Lima a liberação de recursos para as escolas estaduais que serão construídas em São Carlos e que fazem parte do PAINSP (Plano de Ações Integradas do Estado de São Paulo), novo formato de parceria com os municípios, que tornou a transferência de recursos técnicos, materiais e financeiros mais ágil e desburocratizada.


O Estado anunciou no ano passado a construção de 5 escolas em São Carlos, 1 já foi empenhada (etapa em que o governo reserva o dinheiro que será pago quando o serviço estiver concluído) e na próxima semana a Prefeitura vai publicar o edital de licitação dessa obra. Essa escola será construída no Jardim Ipanema com 8 salas e capacidade para atender 560 alunos.


A secretária estadual de Educação, Renilda Perez de Lima, informou que os empenhos das outras 4 escolas serão liberados no segundo semestre desse ano. No momento os projetos estão sendo analisados pela Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE).
As outras quatro escolas estaduais serão construídas no Jardim De Cresci com capacidade para 700 alunos e investimento de R$ 12,5 milhões; no Jardim Embaré com 16 salas, capacidade para mil alunos e investimento de R$ 14,5 milhões; no Novo Mundo com 12 salas, capacidade para 800 alunos e investimento de R$ 12,5 milhões e no Jockey Clube também com 12 salas, capacidade para 800 alunos e custo de R$ 12,5 milhões.