Evento no GREI arrecadará fundos para custear tratamento da garota Aninha

Todos por Todos é um evento de entretenimento totalmente sem fins lucrativos usado exclusivamente para ajudar ao próximo, promovendo o amor que Jesus nos deixou de exemplo.

A reunião será especialmente em prol da Aninha, garota que sofreu um acidente em 2016, e ocorrerá no dia 29 de julho às 15h00 na sede social do clube GREI, na Av. Santa. Rufina, em Ibaté.

A ENTRADA TERÁ O VALOR SIMBÓLICO DE R$ 5,00

 

O encontro contará com sorteios através de bingos e rifas. Os brindes foram arrecadados por doações. Dentre os diversos prêmios estão uma LEITOA, um APARELHO ABDOMINAL DA POLISHOP, e mais itens de utilidades, como liquidificador, tapetes, chapinha de cabelo, brincos, calçados e muito mais.

A animação musical fica por conta da dupla Rud & Ney, que farão um clima agradável e divertido.

 

Existirá também uma mini praça de alimentação com lanches, pastéis, batata no cone, refrigerantes, cerveja, água e suco.

 

TODA RENDA ARRECADADA NOS SORTEIOS E NA ENTRADA SERÁ REVERTIDA EM PROL DA ANINHA. Na praça de alimentação, 30% do lucro ficará para o tratamento da Aninha. A música ao vivo, sonorização e locução não terão custos, são doações. O GREI cedeu graciosamente o espaço para o evento.

 

Você também pode ajudar a Aninha:

Se quiser apadrinhar a Aninha, você pode fazer sua doação na conta da Caixa Econômica Federal, agência 2095, Conta Poupança 6145-5, op. 013 em nome de Ana Carolina Pine.

 

 

SOBRE A ANINHA

Ana Carolina Pine, a Aninha, como a chamamos carinhosamente, sofreu um acidente automobilístico em fevereiro de 2016, quando tinha 10 anos tendo um traumatismo craniano grave. Ela chegou ao hospital com evolução para morte cerebral e passou por 3 cirurgias. Ficou na UTI durante 30 dias e mais 22 dias no quarto. Desde então, Aninha está na cama e seu estado requer cuidados 24horas.

Aninha está se alimentando-se por sonda e sendo auxiliada em todas as suas funções vitais. A Mãe, Agda, e o Pai Celso, se desdobram nos cuidados com a filha e têm além de Aninha, mais duas meninas, Heloisa de 10 anos, e Rafaela de 5 anos.

Eles buscam auxilio com a prefeitura e governo, porém estes apoios não são suficientes para suprir todas as necessidades da garota que vão desde fraldas, gazes, algodão até medicamentos e descartáveis hospitalares.

Além disso, existem as consultas e tratamentos que são necessários, sem contar os tratamentos alternativos que buscam, pois na medicina convencional os médicos, muitas vezes dizem que pouco se poder fazer.

Para complicar a situação, Agda não pode trabalhar para poder cuidar da filha e Celso está sem trabalho fixo, por isso contam com as campanhas para auxiliar no tratamento que demanda muitos recursos financeiros.