Exposição virtual conta a história dos jogos eletrônicos

História dos Games é contada

A ação é realizada pelo Museu de Computação Odelar Leite Linhares do ICMC

Museu de Computação Odelar Leite Linhares, do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, lançou a exposição virtual História dos Jogos Eletrônicos.

“A pandemia do novo coronavírus fechou os museus ao redor do mundo. Ao mesmo tempo, em muitos lugares, abriu possibilidades para que mais pessoas tenham acesso virtual ao que antes estava disponível somente presencialmente nesses espaços de compartilhamento dos conhecimentos de ontem, de hoje e de amanhã”, afirmou o professor Claudio Toledo, Curador do Museu.

Para acessar a exposição basta clicar aqui. No site, é possível assistir a vídeos que narram a evolução dos jogos eletrônicos, produzidos por Leonardo Tórtoro Pereira, que é doutorando e professor no ICMC. Ele foi integrante do grupo de extensão Fellowship of the Game (FoG) e atualmente desenvolve pesquisas na área de geração de conteúdo para jogos eletrônicos. Você também poderá conhecer alguns dos jogos compatíveis com as máquinas do Museu de Computação.

Segunda exposição – A História dos Jogos Eletrônicos é a segunda exposição virtual criada pelo Museu para garantir a continuidade dos trabalhos no cenário imposto pela pandemia. Em julho de 2020, foi lançada a primeira exposição virtual – Alunos que dão voz a máquinas – ,com o apoio dos estudantes do curso de Bacharelado em Sistemas de Informação. Eles foram convidados a dar voz a 19 máquinas que fazem parte do acervo, revelando curiosidades sobre suas histórias.

Visita virtual – Para apresentar o Museu de Computação Odelar Leite Linhares e dar um gostinho de como é adentrar seu espaço físico, em abril deste ano foi realizada uma visita virtual como parte das atividades da Semana de Recepção aos Calouros. O vídeo do encontro está disponível no Youtube.

No evento, Reinaldo Mizutani, que é aluno de graduação e também funcionário do Instituto, passeou ao vivo no local, enquanto o professor Cláudio e os alunos Tayane Guerrero e Dalmo Lima revelavam mais detalhes sobre as máquinas que eram exibidas.