Família aguarda liberação de corpo da vereadora Marielle Franco no IML

Vereadora foi assassinada
Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil

O corpo da vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada na noite de ontem (14) no centro do Rio de Janeiro, já foi necropsiado pelo Instituto Médico-Legal (IML). A irmã dela, Anielle, chegou por volta das 8h20 para os trâmites de liberação do corpo. Ela está sendo assessorada por integrantes do partido de Marielle.

 

Companheiro de bancada da vereadora, Tarcísio Motta disse que o assassinato foi um atentado à democracia. “Vamos cobrar uma apuração rigorosa da polícia. Todos os indícios rumam para a lógica de uma execução. O que precisamos entender agora são os motivos que levaram a isso”, disse o vereador.

Segundo ele, ninguém do partido sabia de qualquer ameaça à vida da parlamentar. “É óbvio que, quando enfrentamos os poderosos, esquemas que estão montados há muito tempo, corremos riscos”, disse Motta.

Depois de ser liberado do IML, o corpo seguirá para a Câmara dos Vereadores, onde será velado. O corpo do motorista Anderson Pedro Gomes, que estava com ela no carro e também foi assassinado, está para ser liberado. Familiares da vítima também já estão no IML.