Fique em casa, mas limpe o seu quintal…

A pandemia de Coronavírus fez com que a maioria das autoridades usassem o slogan do “fique em casa” como a maneira mais eficaz para se combater a propagação da COVID-19. Afinal de contas, sem aglomerações, pessoas isoladas, a cadeia de transmissão do vírus será quebrada e o sistema de saúde não entrará em colapso com muito doentes ao mesmo tempo. Entretanto, um dado de ontem, 11, chamou a atenção: São Carlos está explodindo no que diz respeito a dengue, logo a cidade que viu sua pior epidemia desse problema aparecer no governo de Paulo Altomani, que por sinal não deixou nenhuma saudade nos são-carlenses, está prestes a conviver com dois desafios perigosíssimos ao mesmo tempo: a dengue e a COVID-19.

Não dá para ignorar estes números: de janeiro até ontem, segunda-feira (11/05) já foram registradas 1.097 notificações, com 453 casos positivos de dengue, sendo 401 autóctones e 52 importados. 434 resultados foram negativos para a doença e 210 ainda aguardam resultado. Um óbito já foi confirmado esse ano pela doença.  Para Chikungunya foram registradas até o momento 11 notificações, com 9 casos negativos, 1 caso autóctone foi comprovado positivo e 1 ainda aguarda resultado de exame.

Para Febre Amarela até o momento foram registradas 2 notificações, com 1 resultado negativo e 1 ainda em investigação pelo Instituto Adolfo Lutz. Já sobre a Zika até o momento não foi registrada nenhuma notificação.

Então, estes dados não lhe assustam? Pois bem, se você está em casa se resguardando do Coronavírus, por que não limpou seu quintal ainda? Dá uma geral em tudo, veja se os criadouros do mosquito não estão por aí, porque é impossível que com um maior número de pessoas em casa a gente não dê uma caminhada até o quintal para olhar a situação em que tudo se encontra.

A dengue é a doença do desmazelo, ela surge por incompetência da Prefeitura em deixar áreas públicas com acúmulo de água parada, lixo e outras coisas que são cenários ideais para o mosquito nascer, mas também da nossa preguiça, afinal quando deixamos o quintal sujo estamos contribuindo para que novos casos apareçam.

Ontem mesmo, aqui na minha casa, matei um mosquito transmissor da dengue e olha que meu quintal não tem um criadouro e mesmo assim o maldito estava voando por aqui, ou seja, na região deve ter alguém que não limpa o quintal e com isso deixa o mosquito invadir as residências alheias.

A dengue e a COVID-19 só vão invadir nossa vida se formos negligentes, a primeira se deixarmos a sujeira tomar conta de tudo, a segunda se não respeitarmos os inúmeros pedidos das autoridades em saúde e assim continuar andando pela cidade, promovendo aglomerações e realizando o transporte gratuito do vírus.

Tudo está em nossas mãos, depende de nossa iniciativa brecarmos a escala da dengue e do COVID-19. Ou queremos duas epidemias em São Carlos?

 

Renato Chimirri