Fiscalização contra linha com cerol e aglomerações em Ibaté continua

Fiscalização continua

A Prefeitura de Ibaté informa que a Guarda Municipal e o departamento de
fiscalização continuam em alerta à campanha “Cerol Mata”, antecipada na
cidade em virtude do período de quarentena e da suspensão das aulas,
medidas necessárias para o controle da disseminação do novo Coronavírus
[Covid-19].

Diariamente, as equipes vão às ruas com o objetivo de orientar sobre a
proibição do uso de linhas cortantes [cerol ou chilena] e também de
aglomerações nos espaços públicos. “A campanha tem o objetivo de fazer
cumprir a Lei Municipal n°2172/05, que proíbe o comércio, a fabricação e
o uso de cerol, resultando em multa para quem for pego com o material
cortante”, contou Vitor Reis, comandante da Guarda Municipal.

Desde o início da operação, já foram apreendidos 84 carreteis de linhas
com cerol e chilena. Por ser um ano atípico, Reis ressalta que a
corporação, juntamente com a Fiscalização, também orienta as crianças,
jovens e adolescentes para que evitem a aglomeração nos espaços
públicos. “Do outro lado, também estamos orientando sobre os riscos do
uso das linhas com cortante, que causam acidentes graves, e estamos
explicando sobre os riscos de ficar nas ruas durante a pandemia de
coronavírus”, comentou.

A secretária adjunta da Saúde, Elaine Sartorelli Breanza, faz um alerta
para o aumento dos casos na cidade. “Estamos vendo um número crescente
de casos do novo coronavírus na cidade e o que chama mais atenção é o
aumento de ocupação dos leitos de UTI e enfermaria nos hospitais de
referência da nossa região. Precisamos redobrar os cuidados para o
sistema não colapsar”, ressalta.

Além da GM e da Fiscalização, o Conselho Tutelar também realiza ações
para coibir o descumprimento das regras de isolamento social pelos
menores de idade. “Quarentena não é férias! O distanciamento social é
primordial para diminuir o contágio do vírus e preservar a saúde da
população. Solicitamos a compreensão, atenção e a responsabilidade de
todos”, finaliza a secretaria adjunta.