Força, Fabio! Torcemos por você!

Fabio está em recuperação

Quando a amiga Flariane Pereira me contou que o Fabio Cipriano, irmão da Daniela Pante, havia sofrido um problema neurológico fiquei paralisado. Ela me trouxe a notícia justamente por saber que eu, ela e a Daniela e outras pessoas fomos contemporâneos na escola João Jorge Marmorato e aquele pessoal que estudou junto (uma das primeiras turmas da escola) tinha uma amizade grande, confesso que fiquei pasmo com a informção!

O Fabio e a Daniela fizeram parte da minha infância no Castelo Branco, primeiro porque moravam perto da minha casa, depois porque estudamos na mesma escola, apesar do Fabio ser mais novo que eu, a gente sempre estava perto em brincadeiras, coisas de criança, jogos de futebol.

O mundo se encarregou de dar um destino para cada pessoa, mas sempre via o Fabio em frente à casa dos seus pais, sentado no banco da praça, conversando com outras pessoas, principalmente quando levava o meu cachorro para passear. Em outras oportunidades pude encontra-lo no Poupatempo e também cheguei a vê-lo em trilhas de motocicleta e sempre demonstrado ser um rapaz muito ativo, ligado em atividades esportivas, enfim uma vida saudável, algo importante nos dias atuais.

Entretanto, na semana passada, bem no meio desse furacão chamado Coronavírus, o Fabio adoeceu e precisou ir para o hospital, pelo que pude conversar com a Daniela, após receber a atenção médica necessária, seu quadro está evoluindo bem e aos poucos com muito apoio da família, preces dos amigos e a ajuda lá do Alto, ele retomará sua vida normal.

Contudo, quando sabemos que uma pessoa que é sua contemporânea passa por uma dificuldade como essa surge um filme em sua cabeça, afinal de contas, como temos quase a mesma idade sempre vem à mente aquela pergunta: poderia ter sido comigo, não?

Pois é, poderia sim, poderia ser eu a pessoa que estaria hoje no lugar do Fabio, afinal não sabemos quais serão os desígnios de Deus, entretanto quem passou pelo percalço foi ele e nós temos a obrigação de lhe hipotecar força, coragem e também pedir por sua recuperação plena e temos fé que isso acontecerá.

Esse tipo de situação quando se dá com alguém que conhecemos nos leva para aquela velha frase clichê: ame hoje, viva hoje, e é bem isso mesmo que devemos fazer nos tempos atuais. Precisamos demonstrar o carinho que temos pelas pessoas e não podemos nos esconder atrás das cortinas de nossas vaidades pessoais mais obscuras. O Fabio precisa do carinho e do apoio de todos os seus amigos e é muito bom saber que ele está recebendo!

Daqui do meu cantinho espero que ele tenha plena recuperação deste probleminha que lhe afligiu e queria dizer que as dificuldades na vida surgem para nos desafiar, todavia com o apoio das pessoas podemos supera-las e fazer coisas ainda maiores.

Tenho certeza que você passará por essa, caro Fabio.

 

Logo tudo ficará muito bem! Força!

 

Renato Chimirri