Força-tarde impede festa que duraria 13h e teria mil pessoas em São Carlos

A Força-tarefa, composta pela Policia Militar, Guarda Municipal, Departamento de Fiscalização da Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano e Vigilância Sanitária, após recebimento de denúncia, realizou outra operação na noite desta sexta-feira (13/11) e madrugada de sábado (14/11) para coibir a realização de uma festa eletrônica na Rodovia Washington Luís na região da Havan.


Esse tipo de festa não é permitida pelas regras estabelecidas pelo Plano SP, em virtude do controle da disseminação da COVID-19.


O evento estava sendo divulgado nas redes sociais e após dezenas de denúncias de munícipes ao Ministério Público, a Guarda Municipal e a Policia Militar identificaram o local e o responsável pelo evento.

As equipes de Força-tarefa foram até o imóvel no inicio da noite e verificaram que o local não possui Alvará de Licença, Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros e a Licença da Vigilância Sanitária para o devido funcionamento de uma festa, ressaltando que evento com pessoas em pé e sem controle dos protocolos sanitários também não é permitido desde o início da pandemia do novo coronavírus em virtude da aglomeração de pessoas.


O responsável foi identificado e o Departamento de Fiscalização aplicou o Auto de Interdição do evento. No final da noite, as equipes retornaram até o local e verificaram que o evento, mesmo com todas medidas tomadas coibindo a realização da festa, estava rolando. Diante disso, um Boletim de Ocorrência foi elaborado por crime de desobediência e por crime contra a saúde pública.


Todo o procedimento será encaminhado ao Ministério Público para as devidas providências.
O secretario de Segurança Pública, Samir Gardinii, garante que esses eventos estão sendo monitorados e enquanto a cidade permanecer na fase amarela do Plano São Paulo, serão coibidos.