Fotógrafo “descobre” esportes inusitados praticados por atletas em São Carlos

Exposição esportiva

Um paratleta classificado para o Mundial de paraski na Finlândia. Atletas vice-campeões brasileiros de tiro com arco, um time de handebol de cadeira de roda campeão paulista. Outros tantos atletas disputando e com boas colocações em esportes nada convencionais: kendo, ski cross country,  softball, escalada esportiva. Essa é a diversidade esportiva de São Carlos retratada na exposição “Retratos do Esporte”.

A mostra do fotógrafo amador, biólogo e doutor em Ciências, Luiz Caju, pode ser vista no Espaço Paço até o dia 30 de novembro. “São Carlos sempre foi uma cidade muito diversificada culturalmente e no esporte não é diferente. Ao longo da minha vivência esportiva eu encontrei várias pessoas que praticavam esportes não muito usuais para cidade do porte de São Carlos. Fiquei curioso e comecei pesquisar, fiz contato com esses esportistas e surgiu a ideia de fotografá-los”, conta Luiz Caju.

São 17 fotografias. Entre elas, está o atleta Leandro Ribela, integrante da equipe brasileira de Ski Cross Country nas Olimpíadas de Inverno de Vancouver 2010 e Sochi 2014. “Fiquei honrado com o convite e de fazer parte desse grupo de atletas que levam o nome da cidade para esportes que não podem ser praticados muitas vezes aqui na cidade, mas que nem por isso, nos limita praticá-los. Meu esporte é o Ski Cross Country, como não temos neve no Brasil, fizemos uma adaptação para o asfalto e a transferência é bastante tranquila, o equipamento é muito similar e temos conseguido bons resultados treinando no asfalto e depois competindo na neve”, contou Leandro.

Ainda nas situações inusitadas dos esportes, temos uma equipe de maratona aquática que treina na piscina. “Fazer a fotografia foi bastante inusitado. Mas foi muito interessante para dar visibilidade aos atletas que são desconhecidos da maioria do público. Poucas pessoas sabem que a cidade tem uma equipe de maratona aquática. Hoje, nossa equipe treina na piscina e temos melhores resultados do que equipes do litoral, por exemplo”, contou Cristiany Borges, maratonista aquática com 10 títulos de campeã paulista.

A exposição integra a programação do aniversário de 161 anos de São Carlos e também dos Jogos Abertos do Interior. “Estamos dando oportunidade à população são-carlense de conhecer atletas renomados em esportes diferentes. Esportes que deram a eles oportunidade de conhecer o mundo. Essa valorização é extremamente importante e agradeço ao Caju que foi buscar essas personalidades”, afirmou Edson Ferraz, secretário de Esportes e Lazer.

Em breve, a exposição deve passar pelo Centro Cultural da USP e também pela Biblioteca Comunitária da UFSCar.

Destaques de São Carlos – Caju lembra que desde a década de 70, a cidade vem produzindo expoentes em grande variedade de esportes, do futebol ao basquete, do arco e flecha ao triathlon.  Hoje, conta com representantes de diversas modalidades olímpicas e não olímpicas: um jogador na NBA, a liga profissional de basquete dos EUA; dois medalhistas olímpicos no atletismo: ouro no salto em distância em Pequim 2008, e no salto triplo prata no México 1968 e bronze na Alemanha 1972; prata nos Jogos Pan-Americanos do Canadá 1999 no triathlon.