Fundação Pró-Memória realiza documentação de edifícios históricos que possuem influência italiana

A metodologia por escaneamento a laser foi desenvolvida pela Universidade “La Sapienza” de Roma

A Fundação Pró-Memória de São Carlos, em parceria com a Instituto de Arquitetura da USP (IAU-USP) e a Universidade “La Sapienza” de Roma, está realizando um projeto de documentação de edifícios históricos da cidade, que possuem influência italiana.
A documentação está sendo realizada a partir de técnicas avançadas de escaneamento 3D que gerarão modelos digitais para fins acadêmicos.


“Como resultados teremos informações e dados que servirão para o planejamento das políticas públicas de proteção do patrimônio local, além de servir como forma de divulgação dos bens culturais de São Carlos. A metodologia de documentação por escaneamento a laser foi desenvolvida pela Universidade “La Sapienza” de Roma, que atua já por 20 anos em projetos dessa natureza”, explica Rodrigo Peronti, arquiteto da Fundação Pró-Memória.


Nesta quarta-feira (11/05) a diretora-presidente da Fundação Pró-Memória, Maria Isabel Alves Lima, a partir das 16h, vai receber os professores da Alfonso Ipollito, Marika Griffo e Martina Attenni da Universidade de Roma e a professora Simone Vizioli do IAU-USP, que participam do trabalho.


A Fundação Pró-Memória está localizada na Praça Antônio Prado, S/Nº, no centro.