Fundação Pró-Memória repudia ação que pode derrubar legislação sobre patrimônio histórico em São Carlos

Da Fundação Pró-Memória

NOTA DE REPÚDIO

A Fundação Pró-Memória de São Carlos, na qualidade de gestora do patrimônio histórico e arquitetônico do Município, lamenta e repudia a Ação Direta de Inconstitucionalidade movida pelo Partido Trabalhista Brasileiro, tendo como objeto as legislações de proteção ao patrimônio histórico e cultural de São Carlos.

Ressaltamos a importância da preservação do patrimônio histórico, uma vez que constrói a identidade do local, além de representar parte importante da riqueza cultural não apenas da comunidade, mas para todos.

Portanto, unidos ao COMDEPHAASC (Conselho Municipal Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Ambiental de São Carlos) e aos demais segmentos interessados na preservação e valorização do patrimônio cultural esperamos que a referida Ação não prospere e que os interesses da sociedade que cuida e valoriza sua história e seu patrimônio se fortaleçam e expandam.

São Carlos, 14 de maio de 2021